Gestão dos recursos hídricos – Ótica da arquitectura e engenharia

Categorias: Arquitetura

Recursos hídricos em Portugal 


A preocupação pelo ambiente, ecossistema e recursos naturais são pilares que a MJARC Arquitectos considera fundamentais para uma arquitectura sustentável. 

A ausência de uma articulação entre recursos hídricos e a autarquias estão na base de vários incidentes que poem em risco as populações assim como a sustentabilidade dos recursos hídricos por isso chegou altura de dizer "stop"!  

Razões para se começar a tomar medidas referente aos recursos hídricos

1º A água é um elemento indispensável à vida; 

2º Construção desordenada nas zonas ribeirinhas; 

3º Elevado número de infraestruturas com solo impermeabilizados; 

4º Falta de articulação dos organismos que tutelam os recursos hídricos e os que fazem a gestão urbanística do território.

5º  Falta de informação aos utentes , sensibilizando-os para a importância de registar minas, poços, furos de captação de água.

Papel do Arquitecto e Engenheiro 

Boas práticas

Cabe a todos os arquitectos e engenheiros preservar pelas seguintes práticas: 

– Minimizar os efeitos face à ocupação do solo 
impermeabilizado; 

– Reduzir a poluição dos escoamentos superficiais; 

– Preservar a topografia existente e as condições naturais dos cursos da água;

– Integrar as linhas de água em "corredores verdes";

– Controlo estrutural e não estrutural; 

– Manter as linhas de água a céu aberto, isto é, preservar o natural; 

 

Por um pais mais sustentável cabe a cada um de nós o inicio da mudança

Alguns exemplos ilustrativos 

"Indudações
fonte: Correio da Manhã 

"Derrocadas
Fonte: Globo 

LINKS
Galeria
artigos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

BMI Portugal

Garantimos soluções eficientes para coberturas  

MOON

A única placa de comando em cerâmica.