O impacto da covid-19 na arquitetura das nossas casas para o futuro

Categorias: Arquitetura
O impacto da covid-19 na arquitetura das nossas casas para o futuro – A Covid-19 acelerou o processo. 
Será inevitável que num futuro próximo, e para fazer face ao isolamento profilático, as nossas habitações estejam providas de espaços dedicados (programa) que possibilitem o teletrabalho de todos os seus moradores – os pais reunindo em salas virtuais ou acedendo remotamente ao servidor da entidade patronal, e os filhos em aulas através do classroom.
A tendência da Era Digital previa já o recurso ao teletrabalho – facilitando a própria gestão do horário laboral -, e a substituição física do professor pelas aulas em streaming, ou mesmo até através de uma assistente robot como a Sophia, permitindo não só a repetição perfeita de toda a informação, como o acesso a esta em qualquer altura, em qualquer lugar, desde que com rede de internet.  
Com a presente pandemia, o futuro próximo é hoje. No desenho das nossas casas, a partir de agora, passará a ser tão importante ter um estúdio ou um espaço cabinado com “boxes” que permitam uma panóplia de possibilidade de ambientes para comunicação, como ter as instalações sanitárias, o quarto ou a cozinha; esses espaços cabinados, inclusivamente, passarão de pleno direito a ter que ser considerados também nos planos de acessibilidades de pessoas com mobilidade condicionada. 

 

 

Neste cenário, os ambientes interiores da casa terão que ser de forma a que permita cenários distintos, de acordo com o contexto, idades ou profissões dos proprietários, ainda que a maior parte das plataformas utilizadas na comunicação disponibilizem backgrounds.
Por outro lado, no exterior, será inevitável a criação de uma barreira sanitária, prevendo uma câmara que permita a desinfecção e troca de roupa.
Seguidamente, esta condição será muito provavelmente alargada aos equipamentos, museus, bibliotecas, às estações de metro, aeroportos, etc…
Ainda que quase todos tenhamos um smartphone que permite uma videocall em qualquer lugar, não tardará serem disponibilizadas boxes públicas para uma reunião privada, em modo individual, com um cliente ou colega que está do outro lado do mundo, ou para uma outra utilização diferenciada.
Não se trata de futurologia. É o impacto direto da Covid-19 na arquitetura das nossas casas.

Artigo de Mário Melanda

LINKS
Galeria
artigos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Archicad 24

Clique aqui para saber mais.

3DHR Multimédia

Desenvolvemos projetos em 3D para arquitetura e design interiores