João Fernandes

Reconversão dos armazéns Abel Pereira da Fonseca, como um elemento para a revitalização do Poço do Bispo, Lisboa

Neste trabalho trata-se da revitalização de um edifício hoje abandonado, como forma de o resgatar para a cidade e uma alavanca para a transformação do próprio contexto urbano envolvente, também ele em boa parte abandonado e degradado.

O contexto urbano é a antiga zona industrial do Poço do Bispo e o edifício os antigos armazéns da Abel Pereira da Fonseca, firma que entre 1907 e 1993 laborou no sector dos vinhos, estabelecida na zona do Poço do Bispo desde 1910, com armazéns com área de implantação de 3770 metros quadrados, entre a frente ribeirinha e o Largo Leandro da Silva, portanto com posição central na zona.

Desenvolveu-se o projeto final de mestrado em duas partes. A primeira, constituída pela pesquisa da história urbana e arquitetónica, caracterização da área e projetos em curso. A segunda, constituída pela pesquisa de projetos congéneres ao que foi emergindo como hipótese de trabalho e pelo desenvolvimento da proposta, funcional e formal, para a revitalização e reestruturação da Abel Pereira Fonseca.

A proposta compreende a preservação de boa parte do edifício existente, sendo que o setor poente se afecta a museu, com a flexibilidade para, em parte, acolher outros e temporários usos. Na zona central propõe-se uma novo átrio, permitindo o acesso à retaguarda do museu (e assim a flexibilidade no acolhimento de outros usos), à cota superior do museu, uma sala polivalente, e à zona nascente, com food court e, nos pisos superiores, espaços de co-work.

Procurou-se desenvolver um programa que encaixasse bem na preexistência e permitindo alavancar a transformação e qualificação da zona.

Galeria
LINKS
artigos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Tectum PRO

Sistemas Construtivos Cobert

Vulcano

O parceiro certo para um apoio total