Open Call: Curadoria Geral Trienal 2025

Início em 15/06/2022 até 15/10/2022

Categorias: 10 outubro2022

Pretende-se com a presente chamada proceder à selecção da Curadoria Geral para a 7.ª edição da Trienal de Arquitectura de Lisboa, que estará aberta ao público entre Setembro e Dezembro de 2025.

A Trienal de Arquitectura de Lisboa é um evento concebido e produzido pela associação cultural de direito privado sem fins lucrativos designada Associação Trienal de Arquitectura de Lisboa.

São admissíveis candidaturas individuais ou colectivas.

As propostas deverão ser apresentadas tendo em conta a estrutura fixa do evento, conforme o ponto seguinte:

Estrutura do Evento 

– 3 grandes exposições centrais

– 3 livros associados às 3 exposições

– 1 conferência internacional

– 3 prémios: Universidades, Début e Carreira

– 10-15 Projectos Independentes

 

Cabe à Direcção da Associação a definição da cronologia de todas as partes da programação, nomeadamente preview, imprensa, dias inaugurais e conferência internacional, bem como a confirmação definitiva dos locais de apresentação.

 

Programa

Tema/Título

O tema ou título da 7.ª edição da Trienal de Arquitectura de Lisboa deve ser proposto pela Curadoria Geral à Direcção da Associação para aprovação.

 

Locais de Apresentação

As 3 exposições centrais serão organizadas com instituições culturais de referência na cidade de Lisboa. A título de exemplo, apresentam-se os locais de apresentação das exposições para as 5.ª e 6.ª edições da Trienal (2019 e 2022):

– MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia;

– Galeria Millennium bcp no Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado;

– Garagem Sul do Centro Cultural de Belém;

– Culturgest;

– Palácio Sinel de Cordes;

– Fundação Calouste Gulbenkian (Auditório 2 – conferência internacional).

 

Livros

Cada uma das três exposições será acompanhada pela publicação de um livro cujo objectivo é complementar o conteúdo apresentado, ao contrário de um catálogo que sumariza o trabalho exposto. Pretende-se um elemento que, ainda que fortemente ligado à exposição, seja independente dela. A Curadoria Geral será responsável pela definição de temas, selecção de autorias dos textos e imagens e pela edição dos livros. A escolha da editora responsável será da responsabilidade da Trienal, podendo avaliar-se propostas sugeridas pela Curadoria Geral.

 

Conferência Internacional

Será organizada uma conferência internacional com um número máximo de doze a dezasseis intervenientes e uma duração máxima de três dias. Cabe à Curadoria Geral seleccionar o tema e participantes na conferência internacional bem como participar na mesma.

 

Prémios

Estão instituídos três Prémios Trienal de Lisboa Millennium bcp: Universidades, Début e Carreira, cada um com regulamento específico. Para a atribuição do prémio Universidades será organizado, mediante orientação da Curadoria Geral, um concurso mundial dirigido a escolas de arquitectura. Esse concurso deverá debruçar-se sobre o tema/título desta edição da Trienal ou um seu desdobramento, produzindo-se projectos e reflexões a integrar nas três exposições principais.

Nos outros dois prémios, a colaboração da Curadoria Geral é requerida apenas para sugerir individualidades que integrem os respectivos júris.

Quem vencer os prémios Début e Carreira dará uma conferência na ocasião da entrega de cada prémio.

 

Projectos Independentes

Além das exposições centrais, conferência internacional e livros, a 7.ª edição da Trienal integrará 10 a 15 Projectos Independentes cuja relevância e interesse sejam reconhecidos pela equipa curatorial desta edição da Trienal em estreita colaboração com a equipa executiva. São eventos – exposições, palestras, acções, etc. – no âmbito da arquitectura ou disciplinas que com esta se cruzem, pensados, produzidos e da total responsabilidade das entidades ou autorias que os proponham à Trienal.

Estes projectos, com os quais se pretende alargar o universo de reflexão da Trienal em termos geográficos e disciplinares, devem acontecer dentro dos limites da Área Metropolitana de Lisboa e coincidir temporalmente com a Trienal. A selecção dos Projectos Independentes é feita através de uma chamada internacional de propostas.

 

Orçamento/Honorário

Os honorários previstos para a totalidade da Equipa Curatorial, incluindo as autorias dos Projectos Expositivos (desenho de suportes expositivos, cenários, construções ou instalações), poderão atingir um máximo de 100 000,00 € (cem mil euros), devendo a respectiva subdivisão ser proposta pela Curadora Geral. Não estão incluídos nesta verba os honorários do design gráfico da edição, nomeadamente identidade, website (específico) e livros.

O orçamento da 7.ª edição da Trienal será estabelecido de acordo com os limites previstos no âmbito do orçamento geral da Associação para o triénio 2023-25. Em consonância com este princípio, prevê-se que as verbas respeitantes à 7.ª edição sejam comunicadas até Março de 2023.

 

Avaliação
Júri

A anunciar brevemente

 

Critérios de selecção

A primeira fase da selecção tomará em consideração aspectos como a relevância do tema, originalidade da proposta e adequabilidade aos objectivos da Trienal. Na segunda fase de selecção acrescenta-se a estrutura e natureza da equipa indicada, o valor da experiência da autoria da proposta, eloquência na apresentação, competências de trabalho em equipa e no relacionamento com a imprensa, entre outros.

Em caso de dúvida na avaliação das propostas poderá ser solicitada a prestação de esclarecimentos adicionais.

Caso não sejam apresentadas candidaturas consideradas satisfatórias, a Associação reserva-se o direito de não contratar qualquer das autorias das propostas que se apresentarem a esta chamada. Se, após ter sido seleccionada uma candidatura, se verificar a impossibilidade de chegar a acordo sobre os termos do contrato, a Associação reserva-se o direito de passar a negociar com a segunda classificada.

 

Elegibilidade

Não são elegíveis:

– Membros do júri;

– Membros das instituições organizadoras ou co-produtoras da 7.ª edição da Trienal de Arquitectura de Lisboa;

– Cônjuges ou pessoas com ligações familiares, até ao 2.º grau da linha directa ou colateral, aos membros do júri e das instituições organizadoras ou co-produtoras.

 

Formulário

Não há taxa de candidatura. As candidaturas são feitas exclusivamente por via electrónica através deste formulário online.

Deverão ser redigidas em inglês e apresentadas em duas fases:

1.ª Fase – Documentos a apresentar:

– Biografia identificando um mínimo de três trabalhos da autoria proponente e do âmbito a que se candidata. A primeira página deverá conter a sua identificação – ou de representante da candidatura – incluindo morada, endereço de email e n.º de telefone (máx. 4 páginas A4);

– Documento explicativo do conceito curatorial (máx. 4 páginas A4).

2ª Fase – O júri selecciona até quatro propostas para esta fase, às quais será adiantada uma previsão do orçamento disponível para a elaboração do programa.

Documentos a apresentar:

– Duas cartas de recomendação com dados de contacto;

– Estrutura da equipa curatorial com biografias resumidas de cada elemento;

– Aprofundamento da proposta (máx. 8 páginas A4);

– Apresentação da proposta ao júri por teleconferência online. Depois de uma primeira fase de selecção, as propostas classificadas nos quatro primeiros lugares farão uma apresentação em sistema de videoconferência em data a divulgar pela Trienal. Para esse efeito, as autorias das propostas serão notificadas com uma antecedência mínima de duas semanas.

 

Compensação de propostas

Será atribuída uma compensação financeira no valor de 700,00 € (setecentos euros) a cada uma das propostas seleccionadas para a participação na segunda fase do processo de selecção.

 

Alterações à proposta

As propostas submetidas em formulário deverão ser o mais fidedignas possível à realidade da concretização e exequibilidade das mesmas.

A Trienal de Lisboa reserva-se o direito de excluir qualquer projecto cujas alterações à proposta original se desviem de tal forma dos pressupostos que levaram à sua selecção que comprometam a sua pertinência relativamente aos objectivos deste open call.

 

Datas

15 de Junho de 2022: Início da divulgação da call;

15 de Outubro de 2022: Data limite para a recepção das candidaturas – 1ª fase;

Outubro/Dezembro 2022: 2ª fase (avaliação, entrevistas, negociação, selecção final)

Janeiro/Fevereiro de 2023: Data limite para o anúncio do resultado.

 

Contactos e Esclarecimentos

As solicitações de esclarecimentos bem como a submissão de candidaturas deverão ser feitas até às 23:59 (WEST) do dia limite indicado no calendário para 2025@trienaldelisboa.com

 

Disposições Finais

A Trienal de Lisboa reserva-se o direito de alterar o presente regulamento, comprometendo-se a divulgar essas alterações pelos mesmos meios utilizados na divulgação do regulamento original.

LINKS
ESPECIFICAÇÕES
  • Open Call: Curadoria Geral Trienal 2025
  • 7.ª edição: Trienal de Arquitectura de Lisboa
Galeria
concursos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

World Architecture Festival 2022

Take a ticket here »

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.