Open Call: In Conflict – Bienal de Veneza 2020 (Novo prazo)

Início em 14/05/2020 até 28/06/2020

Categorias: 06 junho2020

SOBRE

In Conflict é a Representação Portuguesa na 17.ª Exposição Internacional de Arquitectura La Biennale di Venezia, que se realiza em 2020. A Representação Portuguesa na Bienal de Veneza é comissariada pela Direção-Geral das Artes e tem como equipa de curadoria o colectivo depA architects, que assume igualmente o projecto expositivo.

Com o apoio da Trienal de Arquitectura de Lisboa e o Mira Forum, In Conflict lança uma convocatória aberta para a selecção de três propostas de debate para integrarem o seu programa oficial.

As três propostas escolhidas farão parte de um ciclo internacional de seis debates, a acontecer em: Veneza, no Pavilhão de Portugal; Lisboa, na sede da Trienal de Arquitectura de Lisboa; e Porto, no Mira Forum. Este ciclo irá decorrer nos meses de Agosto a Outubro de 2020, com dois eventos em cada uma das três cidades.

Assim, em cada cidade uma dupla de convidados escolhida pelos curadores organizará um dos debates, e o outro resultará de uma das propostas escolhidas a partir desta convocatória aberta, produzindo um ciclo composto por seis actos no total.

Sobre este ciclo de seis debates será ainda publicado um segundo volume do catálogo da Representação Oficial Portuguesa, com contribuições dos organizadores dos seis eventos, incluindo quem ficou seleccionado nesta convocatória.

Pretende-se alargar o alcance de In Conflict, convocando propostas que prometam sentar à mesa os agentes da transformação do território e do desenho das cidades – sejam pessoas ligadas ao activismo, à política, ao jornalismo, à investigação, à arquitectura ou às artes visuais, por exemplo – a nível local ou internacional, e em diálogo aberto e transdisciplinar.

Procuram-se propostas que promovam uma discussão plural e sem falsos consensos sobre alguns dos desafios colocados pela necessidade de vivermos em conjunto, contribuindo para a resposta dada pela Representação Portuguesa ao desafio lançado pelo curador da Bienal de Arquitectura de Veneza 2020, Hashim Sarkis.

OBJECTIVO

É objectivo desta convocatória escolher três propostas diferentes de concepção e desenvolvimento de um debate, em formato livre (e.g., de assembleia ou mesa redonda), para cada um dos três momentos: Veneza, Lisboa e Porto.

As propostas devem declarar de forma clara o móbil do debate a organizar, o grupo de conferencistas e respectiva moderadoração. Procura-se uma instância temática, um conjunto plural de participantes e um modelo detalhado do evento.

Estes debates serão promovidos e integrados no programa In Conflict e contarão com o apoio logístico garantido pelas equipas de curadoria e de produção da Representação Oficial Portuguesa, da Trienal de Arquitectura de Lisboa e do Mira Forum. A presente convocatória tem o aval da Direção-Geral das Artes – Ministério da Cultura de Portugal e da Fundação La Biennale di Venezia.

Os eventos no Porto e em Lisboa poderão ser em português ou inglês. Em Veneza o evento terá obrigatoriamente que ser em inglês.

RESPONSABILIDADES DA EQUIPA SELECCIONADA

Compete a cada proponente ou equipa de proponentes das propostas seleccionadas:

A. Assegurar todas as diligências com entidades externas à organização e garantir a presença do painel de participantes, tal como declarado na candidatura.

B. Assegurar a moderação do debate proposto. Nos casos das equipas, a moderação deverá ficar a cargo de até dois dos seus elementos.

C. Produzir um ensaio crítico com um máximo de 13.500 caracteres
com espaços, a partir do conteúdo e confrontos de ideias que surgiram durante os debates, para ser integrado num segundo volume do catálogo da Representação Oficial Portuguesa a publicar no final da 17.ª Exposição Internacional de Arquitectura La Biennale di Venezia. Esta contribuição em texto deverá ser entregue até um mês após a realização do respectivo evento e poderá ser redigida em português ou inglês.

ORÇAMENTO

A organização de In Conflict, com o apoio da Trienal de Arquitectura de Lisboa e o Mira Forum, garante para cada um dos debates o espaço e mobiliário necessário, sistema de som e de projecção, bem como a divulgação prévia.
A verba global disponível para cada proposta terá que custear honorários, deslocações, refeições, estadia – de participantes e equipa vencedora – ou quaisquer outros encargos indispensáveis ao evento e não discriminados explicitamente neste ponto.

O evento em Lisboa tem como orçamento total disponível 2.000€ (dois mil euros);

O evento no Porto tem como orçamento total disponível 2.000€ (dois mil euros);

O evento em Veneza tem como orçamento total disponível 3.500€ (três mil e quinhentos euros);

Os valores apresentados serão acrescentados de IVA à taxa legal sempre que aplicável. Os pagamentos serão efectuados mediante transferência bancária, após emissão de factura ou equivalente.

ELEGIBILIDADE

As candidaturas poderão ser submetidas por proponentes individuais ou por colectivos. Nenhum elemento, enquanto proponente individual ou pertencente a colectivo proponente poderá ter uma relação familiar com qualquer elemento do júri, sob pena de inadmissibilidade da proposta.
A proposta será elegível desde que se encontrem reunidos, cumulativamente, os seguintes requisitos:

A. A pessoa ou equipa candidata seja autora original da proposta.

B. A proposta seja original e inédita.

C. A proposta não seja, sob nenhuma forma, difamatória, obscena ou ilegal.

D. Sejam cumpridos os requisitos formais elencados nas disposições subsequentes
do presente regulamento.

Cada proponente poderá apresentar uma ou várias propostas, sendo neste caso apenas considerada a proposta que tiver pontuação mais elevada de entre as várias propostas apresentadas pela mesma entidade proponente.

NORMAS

O documento de candidatura deverá ser integralmente redigido em inglês.

O documento de candidatura deverá ter formato PDF, passível de ser visionado em ecrã, de dimensão A4 vertical, com um máximo de 10 páginas e 3Mb, criado a partir da ficha de inscrição disponível no PDF do regulamento (donwload), devidamente preenchida e assinada.

O documento deverá incluir, dentro do limite de páginas, a declaração de conformidade identificada sob ponto 11 da mencionada ficha de inscrição.

Todas a candidaturas deverão ser feitas exclusivamente em formato digital e aquelas que forem entregues de outra forma não serão consideradas.

AVALIAÇÃO E SELECÇÃO

A avaliação das propostas submetidas será realizada a partir da ponderação dos seguintes critérios:

A. Adequação da proposta do evento de debate ao conceito da representação oficial portuguesa e aos objectivos da presente convocatória – 40%.

B. Originalidade e relevância da proposta de debate, valorização do tema e do formato – 40%.

C. Pluralidade do painel do debate e capacidade da equipa proponente – 10%.

D. Exequibilidade da proposta atendendo ao orçamento e calendário – 10%.

As três propostas com a pontuação mais elevada serão seleccionadas, sendo ponderada a preferência indicada na proposta quanto ao local, de entre os três locais disponíveis, e a coerência do conjunto dentro do programa oficial da representação portuguesa.

Cada proponente só poderá assumir o coordenação de um único debate. O júri reserva-se o direito de não seleccionar qualquer proposta.

CALENDÁRIO

14 de Maio de 2020 – Anúncio desta convocatória aberta;

07 de Junho de 2020 – Data limite para envio de dúvidas;

15 de Junho de 2020 – Data limite para resposta às dúvidas;

28 de Junho de 2020 – Data limite de submissão da candidatura;

29 de Agosto de 2020 – Abertura ao público do Pavilhão de Portugal e evento de debate coordenado por Fernanda Fragateiro e Jorge Carvalho em Veneza;

30 de Agosto de 2020 – Evento de debate selecionado por convocatória aberta em Veneza;

18 de Setembro de 2020 – Evento de debate seleccionado por convocatória aberta no Porto;

19 de Setembro de 2020 – Evento de debate coordenado por Ana Jara e António Brito Guterres no Porto;

17 de Outubro de 2020 – Evento de debate coordenado por Anna Puigjaner e Moisés Puente em Lisboa;

18 de Outubro de 2020 – Evento de debate seleccionado por convocatória aberta em Lisboa;

29 de Novembro de 2020 – Encerramento da 17.a Biennale Architettura;

PRAZOS, INSCRIÇÕES E RESULTADOS

As propostas devem ser submetidas até às 23 horas e 59 minutos do dia 28 de Junho de 2020, hora de Portugal Continental, por correio electrónico endereçado ao email oficial da presente convocatória: call@inconflict.pt

São permitidas várias inscrições individuais ou colectivas e em nenhum caso será cobrada taxa de inscrição.

Qualquer esclarecimento adicional poderá ser endereçado a call@inconflict.pt, até ao prazo indicado para o envio de dúvidas: 07 de Junho de 2020.

O anúncio dos resultados será feito através de correio electrónico conforme contactos disponibilizados por cada proposta e divulgado posteriormente em momento oportuno.

Mais informações consultar Regulamento no pdf.

LINKS
ESPECIFICAÇÕES
  • Open Call: In Conflict
PDFS
Galeria
concursos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal