Prémio de Arquitetura Luiz Conceição

Início em 06/01/2021 até 30/04/2021

Categorias: 04 abril2021

O Prémio de Arquitetura Luiz Conceição foi criado, em 2021, pelo Mestrado Integrado em Arquitetura do Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes – MIA.ISMAT.

Este prémio será atribuído anualmente e visa homenagear o Arquiteto e Professor e, simultaneamente, distinguir trabalhos de alunos do primeiro ciclo de estudos em Arquitetura, inscritos em instituições de ensino nacionais e internacionais.

Será atribuído um primeiro prémio, no valor de mil e quinhentos euros, ao trabalho vencedor e duas menções honrosas, no valor de seiscentos euros cada. Os trabalhos vencedores serão apresentados na cerimónia do Dia do ISMAT e onde, também, será inaugurada uma exposição com os dez trabalhos finalista.

Regulamento

Luiz Conceição, nasceu em Vila do Porto, nos Açores (1952), formou-se arquiteto pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa (1978). Concluiu Doutoramento na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, com o tema “A consagração da água através da arquitetura, para uma arquitetura da água” (1997).

Foi Professor na Universidade Lusíada, na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, Professor e Diretor dos cursos de Arquitetura da Universidade Moderna de Setúbal, da Universidade Lusófona de Lisboa e do Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes, em Portimão.

Em 2007, candidatou-se à presidência da Ordem dos Arquitectos com o lema “Por uma Ordem de valores”. Foi membro do EAAE – The European Association for Architectural Education e Investigador do Centro de Estudos do Território, Cultura e Desenvolvimento, da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

ÂMBITO

O Prémio Luiz Conceição foi instituído, em 2020, pelo Mestrado Integrado em Arquitetura do Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes – MIA.ISMAT.

O prémio é atribuído anualmente e visa distinguir trabalhos de alunos do primeiro ciclo de estudos em Arquitetura, inscritos em instituições de ensino nacionais e internacionais. Serão admitidos a concurso trabalhos dos dois semestres do ano letivo anterior ao da respetiva edição do Prémio Luiz Conceição.

PRÉMIO

  1. Poderão participar no concurso os alunos inscritos no primeiro ciclo de estudos em Arquitetura de instituições nacionais e internacionais de ensino superior de arquitetura, durante o ano letivo em que decorre o prémio, ou que tenham terminado no ano imediatamente anterior.
  2. Apenas são admitidos a concurso trabalhos realizados durante o ano letivo anterior ao da edição do Prémio a que se candidatam.
  3. O Prémio Luiz Conceição distingue um trabalho vencedor e duas menções honrosas. Excecionalmente, caso o júri reconheça igual mérito a mais do que um trabalho, será atribuído mais do que um prémio Ex aequo. No caso de o Júri verificar que nenhuma candidatura demonstre ser merecedora do prémio, este não será atribuído, reservando o júri a opção de outorgar uma terceira menção honrosa.
  4. Ao trabalho vencedor é atribuída a quantia de mil e quinhentos euros. As duas menções honrosas são, cada uma, remuneradas com a quantia de seiscentos euros.
    O prémio é atribuído singularmente ao trabalho, independentemente do número de autores. No caso de ser designado mais do que um vencedor Ex aequo, o valor do prémio é dividido equitativamente entre os trabalhos premiados.
  5. Todos os concorrentes cujos trabalhos sejam admitidos a concurso recebem um certificado de participação.

ELIGIBILIDADE

  1. São elegíveis os trabalhos realizados no âmbito das Unidades Curriculares de Projeto de Arquitetura (independentemente da sua designação) dos três anos que compõem o primeiro ciclo de estudos em Arquitetura realizados nas instituições nacionais ou internacionais de ensino superior.
  2. Não é imposto limite ao número de trabalhos propostos a concurso por cada estabelecimento de ensino.
  3. O tema é livre.

CANDIDATURA

  1. O processo de candidatura é efetuado pelo aluno e entregue em suporte digital – formato pdf, com o máximo de 25Mb – através de formulário de candidatura – onde deverão constar todos os elementos de identificação do trabalho e seu(s) autor(es), bem como da instituição de ensino donde provêm, Unidade Curricular e semestre letivo.
  2. O formulário de candidatura estará disponível no site.
  3. Os processos de candidatura terão que ser devidamente validados pela instituição de ensino pela qual o aluno concorre.
  4. Os processos de candidatura são apresentados num máximo de dois painéis A1, dispostos verticalmente.
  5. Os textos e legendagens contantes nos painéis A1 deverão ser obrigatoriamente redigidos em Português e Inglês.

AVALIAÇÃO

  1. A avaliação dos trabalhos é feita em duas fases. A primeira estabelece um painel de dez trabalhos finalistas. A segunda estabelecerá o trabalho vencedor e as duas Menções Honrosas.
  2. Na primeira fase são reunidos todos os trabalhos a concurso, que serão analisados individualmente por todos os elementos do júri. Cada elemento do júri sugere, individualmente, três trabalhos que considera terem a qualidade necessária para passar à fase seguinte. Esta fase é encerrada por reunião do júri, destinada a selecionar os dez trabalhos finalistas, após ponderação das classificações atribuídas pelos sete jurados. Ao Presidente do Júri é atribuído voto de qualidade em caso de igualdade de votos.
  3. Na segunda fase é realizada a apreciação conjunta dos dez trabalhos finalistas pelos sete elementos do júri. É votado e definida a classificação dos trabalhos. Ao Presidente do Júri é atribuído voto de qualidade em caso de igualdade de votos.
  4. O anúncio dos resultados será divulgado através de publicação no site.
  5. Será, posteriormente, realizada uma exposição com os dez trabalhos finalistas.

JÚRI

  1. O júri é constituído por sete elementos:
    1. Dois Professores da área científica de arquitetura do MIA.ISMAT;
    2. Dois Professores da área científica de arquitetura de outras instituições de ensino superior nacionais;
    3. Um Professor da área científica de arquitetura de outras instituições de ensino superior internacional;
    4. Um arquiteto a exercer atividade profissional;
    5. Um representante da Secção Regional do Algarve da Ordem dos Arquitetos;
    6. Em cada Edição a direção do Prémio nomeia, de entre os jurados, o Presidente do Júri
  2. Não podem ser membros do Júri docentes cujos trabalhos dos seus alunos sejam candidatos ao prémio.
  3. O Júri pode reunir de modo presencial ou através de videoconferência.
  4. A constituição do júri é anunciada anualmente com a abertura da candidatura.
  5. O júri será constituído por um Presidente e seis vogais.

PRAZOS

  1. Abertura do concurso: 04 de janeiro de 2021
  2. Candidaturas abertas até: 30 de abril de 2021
  3. Nomeação do júri até: 31. março. 2021
  4. Anúncio dos trabalhos finalistas: 17 de maio de 2021
  5. Anúncio dos vencedores e entrega dos prémios será em junho, no dia da cerimónia comemorativa do dia do ISMAT
  6. Exposição dos trabalhos finalistas: inauguração em junho, inserido nas comemorações do dia do ISMAT

Faça aqui a sua inscrição.

LINKS
ESPECIFICAÇÕES
  • Tema: Prémio de Arquitetura Luiz Conceição
Galeria
concursos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Webinars Leca®

Inscreva-se!