Atelier Pedro Segurado Quintino Rogado

Categorias: Arquitetos

Frequenta o Institut Superior d’Architecture St. Luc, Bruxelas, E.T.S.A.B. Polytechnico de Cataluña, Barcelona e a Aalto University, Helsínquia. Licencia-se em Arquitectura com Tese Final de Mestrado, em 1997, no I.S.A.C.F. La Cambre, Bruxelas, com equivalência pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.

Efectua estágio acadêmico, em 1994, com Eduardo Souto Moura. Colabora entre 1997 e 1998 com Álvaro Siza e Marc a Campo, em Amesterdão e Porto, no projecto de renovação e extensão do Stedelijk Museum.
Em 1998, de regresso a Lisboa, colabora com Pedro Pacheco e Marie Clement, no Museu, Igreja e Cemitério da Nova Aldeia da Luz, e com Eugênio Castro Caldas no Programa de Revitalização de Vilas Históricas no Alentejo.

A partir de 2000 estabelece-se, como Arquitecto independente, nos Ateliers de Santa Catarina, onde desenvolve Arquitectura e projectos interdisciplinares, individualmente e em pareceria com os Arquitectos, Designers e Artistas residentes. Entre eles, os Arquitectos Pedro Mariguêsa, Rita e Catarina Almada Negreiros, José Miguel Fernandes, os Artistas Visuais Sancho Silva, Pedro Portugal, Alexandre Estrela, Rui Toscano e Bernardas Bagdanavis, e os Designers João Vinagre e Barbara Says. Desta período destacam-se os projectos; Casa em Vilamoura, Casa em Palmela, Casa no Redondo, Quiosque Popular em Lagos, e as Instalações Glocal Dwelling para a Experimenta Design 99 e Vertizonte para a Galeria ZDB.

Em 2010 cria o Atelier Pedro Segurado Rogado continuando a desenvolver projectos individualmente e em parceria, essencialmente com a Arquitecta Sofia Saraiva, mas também com os Arquitectos Francisco Guedes de Carvalho, Leonor Venâncio, e o Designer Marco Balesteros.
Entretanto entre 2013 e 2014 reside em Montemor-o-Novo, Alentejo, onde embora mantendo a sua parceria com Sofia Saraiva em Lisboa, pesquisa sobre Arquitectura Sustentável no âmbito do Centro de Investigação Cultura e Sustentabilidade/CICS, Oficinas do Convento e Telheiro da Encosta do Castelo. Participa em oficinas e seminários sobre sustentabilidade, e realiza em parceria com o Arquitecto Nuno Grenha as instalações da Ofício das Artes – Escola Profissional de Montemor-o-Novo. Desde 2010 distinguem-se os seguintes projectos; Casa Mulher Bala, Casa em Colares Velho e Atelier na Arribana, estes dois últimos com Leonor Venâncio. 1.º Prémio no concurso público de Projecto Expositivo da Trienal de Arquitectura 2010 no Museu Colecção Berardo, e a Remodelação de Apartamentos em Santa Catarina, Bairro Alto e Bairro das Colónias todos este com a Arquitecta Sofia Saraiva.

Ao longo destes anos publica projectos, artigos e entrevistas em revistas, jornais, catálogos e livros tais como, Prototypo, Arquitectura Ibérica, J.A. Jornal dos Arquitectos, Revista da Ordem dos arquitectos de Samara, Rússia, Público, Expresso, Luzboa – A arte da Luz em Lisboa, Prémio Outrosmercadus arquitectura / espaços efémeros ‘06, Guia de Arquitectura em Lisboa e Sul de Portugal desde 1974, Habitar Portugal 2006-2008, Uzina Books, Archidaily e Divisare. Sendo selecionado para representar Portugal no Architects Directory 2008 da revista Wallpaper*. Em 2016 representa Portugal na XXI Trienal de Milão integrando a exposição Objects After Objects na secção Novas Práticas em Arquitetura comissariada por Roberto Cremascoli.

Morada
  • Lisboa
  • Lisboa
Galeria
PUBLICIDADE