Fertile Futures

Categorias: Arquitetos

Fertile Futures – Representação Oficial Portuguesa na 18.ª Exposição Internacional de Arquitectura de La Biennale di Venezia, com curadoria de Andreia Garcia e com Ana Neiva e Diogo Aguiar como curadores adjuntos, Fertile Futures problematiza estratégias de gestão, reserva e transformação de água doce, a partir de distintas hidrogeografias do território português, convocando arquitectos e arquitectas a trabalhar, em colaboração, com especialistas de outras áreas do conhecimento.

Organizada e comissariada pela Direção-Geral das Artes, a Representação Oficial Portuguesa na Bienal de Arquitectura de Veneza 2023 propõe-se discutir e apresentar estratégias para a gestão, reserva e transformação da água doce e contribuir para uma discussão que é comum e global, em resposta directa à convocatória de Lesley Lokko, curadora da 18ª Exposição Internacional de Arquitectura – La Biennale di Venezia, que tem como título e tema “O Laboratório do Futuro”.

Expandindo a existência efémera de uma representação nacional na Bienal, Fertile Futures envolve as novas gerações no desenvolvimento de soluções para reservatórios de futuro e pretende defender, entre Portugal e Veneza, a pertinência do contributo da arquitectura no redesenho do futuro descarbonizado, descolonizado e colaborativo.

Morada
  • Pavilhão de Portugal
  • La Biennale di Venezia
Galeria
PUBLICIDADE