Conversa “Topografias Alteradas”

Início em 29/05/2021 até 29/05/2021

Categorias: outros

Conversa “Topografias Alteradas” – O programa público da tarde de sábado 29 de maio, na Galeria Avenida da Índia, constará de uma conversa entre João Vasco Paiva, Magdalen Wong e Ramiro Guerreiro, três artistas residentes em Lisboa que apresentam o seu trabalho na exposição Cut Down The Middle. A conversa entre os artistas cria a oportunidade para uma aproximação dialogante em torno do corpo e das infraestruturas construídas, das arquiteturas, dos limites e das topografias na vivida e mediada megalópole, para além de outros tópicos que representam os pilares de Cut Down The Middle com curadoria de Cláudia Pestana em diálogo com João Vasco Paiva para as Galerias Municipais.

João Vasco Paiva (n. 1979, Coimbra) transforma as suas percepções dos espaços que habita e dos objectos que aí encontra, em peças que incluem vídeos, esculturas e instalações. Estas transformações resultam de processos de mapeamento, tradução, criação de formas e moldes. Ao examinar a natureza efêmera e a durabilidade das estruturas e linguagens subjacentes à construção destes objectos frequentemente ignorados, Paiva revela as a constante transformação das suas características. Paiva tem apresentado várias exposições individuais, entre as quais:.Connecting.(com Irini Miga), PRACTICE, New York (2017); Green Island, Edouard Malingue Gallery, Hong Kong (2016); CARGO, Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, Lisboa (2016); Dormant Fabric, Counter Space, Zurich (2015); Objects Encrypted, Goethe Institut, Hong Kong (2013). A sua obra tem sido apresentada em exposições colectivas que incluem Bold Tendencies 2018: Ecology, Bold Tendencies, London (2018); Scraggly Beard Grandpa, Capsule Shanghai, Shanghai (2017); The Part in the Story Where a Part Becomes a Part of Something Else, Witte de With, Rotterdam (2014); Living as Art Form, Independent Curators International, New York ( 2013).

Ramiro Guerreiro (n. 1978, Lisboa) trabalha com o corpo, arquitectura e material documental de modo a questionar contextos sociais, políticos e económicos. A sua prática costuma incluir performance e frequentemente resulta em desenhos, fotografias, vídeos e material impresso que desafiam perspectivas vigentes do património cultural. Ele dá particular atenção aos elementos e funcionalidades que determinam o modo como as cidades são vividas e percepcionadas. Recentes exposições individuais incluem Moi Aussi…, Lehmann + Silva Gallery, Porto (2019); The T.I.N.A. Pamphlet, πνεῦμα / Pneuma Project, Lisboa, and Abrigo para um só corpo, École Supérieure de Beaux Arts, Angers (2017). A sua obra tem sido apresentada em várias exposições colectivas, entre as quais De Outros Espaços, Galeria Municipal do Porto, Porto, Ponto de Fuga, Galeria Municipal do Torreão Nascente, Lisboa (2019); Escala 1:1, La Tabacalera, Madrid, O que pode a Arte?, Atelier-Museu Júlio Pomar, Lisboa, and Mistake! Mistake! said the rooster… and stepped down from the duck, Lumiar Cité, Lisboa (2018).

Magdalen Wong (n. 1981, Hong Kong) trabalha material que retira das redes sociais, da publicidade, do cinema, mas também de lojas e mercados locais, para criar vídeos e instalações. Ao examinar a forma como estas imagens e sons apropriados operam enquanto linguagens, a artista procura compreender a necessidade humana de construir conforto e mais eficiência. Contudo, através desta prática, ela também coloca em causa como este desejo de criar e inventar afecta a maneira de avaliar, alterar e explorar o nosso meio ambiente e nós próprios. Entre as suas exposições individuais destacam-se Dreaming of Dying Robots and Artificial Flowers, Make Room, Los Angeles, e Invented Landscape, Fresh Window Gallery, Brooklyn (2017). A artista tem apresentado trabalho em inúmeras exposições colectivas, incluindo Crush, Para/Site, e Dismantling the Scaffold, Tai Kwun Contemporary, ambas em Hong Kong (2018); TECHSTYLE Series 1.0: Ariadne’s Thread, Mill 6, Hong Kong, Splotch, Lesley Heller Workspace, Nova Iorque, S.O.S. Save Our Souls. Art for a Time of Urgencies, EMAP sound and moving image festival, Seul (2016); The Part in the Story Where a Part Becomes a Part of Something Else, Witte de With, Rotterdam (2014).

 

Data
29.05.2021
Horário
15h
Lotação
30 lugares
LINKS
ORADORES
  • João Vasco Paiva
  • Ramiro Guerreiro
  • Magdalen Wong
ESPECIFICAÇÕES
  • Conversa: Topografias Alteradas
Galeria
eventos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Webinars Leca®

Inscreva-se!

Margres Architecture Award

Saber mais »