Exposição “Um edifício, muitos museus. Alcino Soutinho e o Museu do Neo-Realismo”

Início em 09/02/2019 até 25/04/2019

Categorias: Exposições

Inaugurado em 2007, o Museu do Neo-Realismo constitui um marco fundamental na obra do arquitecto Alcino Soutinho (1930-2013), representativo da importância que os museus assumiram ao longo do seu percurso académico e profissional.
Logo nos anos 1950, ainda como estudante na Escola Superior de Belas-Artes do Porto, Soutinho faz as suas primeiras incursões no campo da arquitectura de museus e da museologia, iniciando assim uma linha de investigação que irá prosseguir nas décadas seguintes. Essa pesquisa será marcada por frequentes viagens e visitas a museus, que estimulam e informam uma contínua prática projectual, traduzida em cerca de quinze propostas para espaços expositivos. Para além dos convites que recebe para desenhar museus, o seu interesse pelo tema leva-o a participar regularmente em concursos de arquitectura, dos quais resultam vários projectos não materializados e, até agora, desconhecidos do público.

Neste contexto, a presente exposição propõe uma leitura do Museu do Neo-Realismo enquanto espaço de convergência de várias viagens, pesquisas e projectos museológicos que marcaram a vida e a obra de Alcino Soutinho. Articulando os registos dos museus visitados, em diferentes países, e os espaços expositivos que ele próprio desenhou, a exposição procura evidenciar o modo como o Museu do Neo-Realismo reflecte e sintetiza exemplarmente essas múltiplas referências, relacionando-as com a especificidade do contexto urbano de Vila Franca de Xira e com um programa museológico singular.
Helena Barranha (curadora)

Está patente no Museu do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira, a Exposição “Um edifício, muitos museus. Alcino Soutinho e o Museu do Neo-Realismo”.
Com curadoria de Helena Barranha, a exposição resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira/Museu do Neo-Realismo e a Fundação Marques da Silva. É de destacar que o trabalho de investigação subjacente a este projeto expositivo tornou-se possível graças a um esforço conjunto de reconhecimento e tratamento arquivístico de um amplo núcleo documental, onde à documentação disponível se veio associar a integração de novos registos e a recuperação de materiais nativos originais em suporte digital. Um processo que decorreu num invulgarmente curto espaço de tempo e implicou uma estreita articulação entre a equipa da Fundação Marques da Silva e em particular de Ana Sofia Ramos, a curadora, Helena Barranha, e a arquiteta Andrea Soutinho. Nas sequentes operações viabilizadoras da cedência de materiais para exposição, cite-se ainda a colaboração da Oficina de Conservação e Restauro de Documentos Gráficos da U.Porto.

A exposição estará patente ao público até 26 de maio de 2019, de terça a domingo, e a entrada é livre.

LINKS
ESPECIFICAÇÕES
  • Tema: Exposição “Um edifício, muitos museus. Alcino Soutinho e o Museu do Neo-Realismo”
PDFS
Galeria
eventos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Dekton by Cosentino

Projetos sem limites

Vulcano

O parceiro certo para um apoio total