Trabalhos Sem Fronteiras

Início em 24/05/2019 até 24/05/2019

Categorias: outros

Os Arquitectos Sem Fronteiras – Portugal, convidam a assistir a mais um “Trabalhos Sem Fronteiras”, sobre experiências de arquitectura à volta do mundo, que vai acontecer pelas 17:30h de sexta-feira, 24 de Maio, no auditório da Ordem dos Arquitectos.

 

Este evento tem como objectivo dar espaço a profissionais e entidades, para partilhar a sua experiência em temas relacionados principalmente com a cooperação e desenvolvimento, participação, arquitectura social e humanitária, espaço público, processos construtivos locais e sustentabilidade. Pretende-se promover a divulgação e o intercâmbio de experiências, em temáticas menos comuns na prática da arquitectura.

 

A sessão conta com a participação de:

17:30 – Sara Azevedo (Arquitectos Sem Fronteiras – Portugal)
“Kantora Arts Village – A terra vermelha de Karsi Kunda (Gâmbia)”

18:15 – Luis Pires (Vale da Sarvinda)
“Vale da Sarvinda, reaprender com a natureza”

19:00 – Luis Montón Caño & Cristina Machín (Arquitectura Sin Fronteras – España)
“Gestão participativa do Habitat em Cañada Real Galiana de Madrid”

 

SARA AZEVEDO
KANTORA ARTS VILLAGE,
A TERRA VERMELHA DE KARSI KUNDA (GÂMBIA)
A ASF – Portugal participou no projecto Build with Gâmbia | Kantora Arts Village, em Karsi Kunda – Gâmbia, entre Janeiro e Fevereiro de 2019. A equipa, da qual fazia parte Sara Azevedo (arquitecta e colaboradora da ASFP) integrou um projecto que visava finalizar uma unidade do novo centro de formação profissional, onde os mais novos têm a oportunidade de adquirir formação profissional e desenvolver competências na área da arquitectura e da construção.
Durante o período foram exploradas técnicas locais de construção, através da produção de tijolo de adobe para as paredes autoportantes, escolha e aplicação de madeira de palmeira para a estrutura da cobertura e o uso do bamboo para acabamento de portas. A integração na comunidade local permitiu conhecer as tradições e os desafios locais, assim como explorar as suas potencialidades.

 

LUIS PIRES
REAPRENDER COM A NATUREZA

A apresentação vai versar a perspectiva holística do Projecto Vale da Sarvinda, nomeadamente sobre o que foi feito ao nível da construção, focando os aspectos mais técnicos, métodos utilizados e de que maneira se articula no projecto na sua concepção, do respeito pela área em que está inserido, tendo como tema principal a Permacultura e as leituras feitas do terreno de forma a minimizar os impactos.
Haverá também uma breve apresentação sobre a agricultura sintrópica e na medida em como é possível tirar rendimento da terra através da implementação da biodiversidade.

 

LUIS MONTÓN CAÑO & CRISTINA MACHÍN
GESTÃO PARTICIPATIVA DO HABITAT EM CAÑADA REAL GALIANA DE MADRID

A Cañada Real Galiana é o maior assentamento informal na Europa Ocidental. Localizado em Madrid, desenvolve-se ao longo de 14 km como um bairro linear, onde mais de 7.000 pessoas vivem em habitações não documentadas.
Luis Montón Caño e Cristina Cabrerizo Machín, ambos arquitectos e colaboradores da
Arquitectura Sin Fronteras – España (ASF), trabalham no apoio à população da Cañada Real desde 2009, para o direito à habitação e das condições de vida dos seus moradores. Nos últimos três anos, a ASF desenvolveu um projecto financiado pelo distrito de Vicálvaro (um bairro do município de Madrid), onde se tem tentado incorporar a população no processo de tomada de decisão sobre o futuro do bairro.

Galeria
LINKS
eventos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Vulcano

O parceiro certo para um apoio total

MOON

A única placa de comando em cerâmica.