AND-RÉ vencem concurso para o Conjunto Habitacional Luzoestela em Aveiro

Categorias: Arquitetura

O Júri considerou que dos trabalhos apresentados no concurso para o Conjunto Habitacional Luzoestela em Aveiro , e conforme o Relatório Final, a proposta vencedora, do concorrente AND-RÉ – Bruno André & Franscico Ré, Lda, evidencia-se por um conjunto de edifícios que se organizam em forma de “U”, criando uma ampla praça urbana. O espaço encerra-se para o arruamento devido à criação de dois blocos paralelos e dois perpendiculares, apresentado entre eles uma forte relação de proximidade e configurando um espaço vazio que se projeta para o horizonte numa lógica de espaço natural permeável, mantendo o solo orgânico.

Do ponto de vista arquitetónico, o conjunto apresenta uma solução conceptual homogénea e compacta com uma imagem sóbria devido a uma malha assimétrica que uniformiza todas as fachadas.

O júri analisou os parâmetros urbanos, arquitetónicos e económicos e considerou que a proposta apresenta uma adequada integração, no local, bem como uma boa solução em termos de sustentabilidade económica e ambiental.

Relevou, também, a opção de “libertar” uma vasta área para espaço verde totalmente permeável, tentando diminuir o impacto negativo das pré-existências, dado tratar-se de uma antiga zona industrial atravessada por redes viária e ferroviária. O fato de não existir estacionamento em cave, nas zonas destinadas a espaços verdes viabiliza a plantação de árvores, minimizando o impacto na estrutura ecológica.

Outro aspeto positivo, é a organização funcional, dos espaços privados e sociais das habitações bem como o cumprimento da legislação relativamente a acessibilidades. A organização funcional dos fogos permite espaços interiores bem dimensionados e a ventilação transversal é considerada uma mais valia em termos de habitabilidade. Os espaços de comércio e serviços apresentam-se bem localizados, enquadrados com os espaços verdes e com oferta de estacionamento.

No geral, considerou que o conjunto apresenta uma imagem diferenciada, boa relação com a envolvente e respetiva rede viária bem como uma escala adequada e espaços exteriores bem dimensionados, incorporando preocupações ambientais.

A proposta da autoria de Tiago Figueiredo & Luís Pena, Lda, classificada em 2º lugar, evidencia-se pela conceção de dois espaços, subdivididos por um novo atravessamento viário, criando uma malha urbana sobre a qual se organizam a frente dos edifícios, tendo um deles uma relação muito próxima com a Linha do Vouga e sendo o conjunto limitado por uma via paralela à ferrovia

A proposta classificada em 3º lugar, do concorrente Nu.ma, Unipessoal, Lda. o júri considerou interessante o atravessamento pedonal da Linha do Vouga bem como a criação da rede de pistas cicláveis numa malha orgânica e aforma de aproveitamento das águas pluviais.

Classificada em 4º lugar, a proposta dos concorrentes Vítor Oliveira + Spaceprocess, Unipessoal, Lda., o júri destacou que pela via paralela à Linha do Vouga enquadra a malha urbana e a organização dos blocos proposta cria um conjunto alargado de alinhamentos visuais sobre vários ângulos.

A proposta da autoria de Ethnomodern, Unipessoal, Lda. , classificada em 5º lugar,  o júri considerou a proposta inovadora pois revela criatividade na disposição dos edifícios e no modelo de ocupação em solo que possibilita a permeabilidade dos percursos pedonais de atravessamento transversal. Valorizou, ainda, a boa exposição solar e ventilação natural das habitações bem como a possibilidade de implementação de hortas comunitárias.

A proposta classificada em 6º lugar, do concorrente RVdM, Arquitectos, Lda, o júri considerou interessante a integração da solução no território e a intenção de solucionar todos os acessos, valorizando a forma parcial de apresentar os orçamentos.

Os trabalhos apresentados no âmbito do concurso público de conceção para a elaboração do projeto do conjunto habitacional na Antiga Luzoestela em Aveiro, promovido pelo IHRU, com assessoria técnica da Secção Regional do Centro da Ordem dos Arquitetos, foram apreciados pelo Júri resultando na seguinte ordenação:
1º lugar
Concorrente: AND-RÉ – Bruno André & Franscico Ré, Lda. Porto, Portugal
Coordenação: Bruno André da Cruz André
Arquitetura: Bruno André da Cruz André
Paisagismo e espaços exteriores: Vítor Hugo Pereira Esteves
Fundações e estruturas: Carlos César Martins da Silva
Águas e esgotos: Cátia Alexandra de Sousa Cerqueira Fernandes
AVAC: André Emanuel de Andrade Cardoso Borges
Segurança contra Risco de Incêndio: Carlos César Martins da Silva
2.º Lugar
Concorrente: Tiago Figueiredo & Luís Pena, Lda. Porto, Portugal
Coordenação: Luís Artur Baptista Pena
Arquitetura: Luís Artur Baptista Pena
Paisagismo e espaços exteriores: Ana Ribeiro de Pinho e Silva
Fundações e estruturas: Alípio Ernesto Ribau Ferreira
Águas e esgotos: Luís Alberto Tentúgal Valente
AVAC: Raul Vasconcelos Beça
Segurança contra Risco de Incêndio: Alexandre Ferreira Martins Cardoso da Costa
3.º Lugar
Concorrente: Nu.ma, Unipessoal, Lda. Aveiro, Portugal
Coordenação: Nuno Miguel de Matos Silva
Arquitetura: Nuno Miguel de Matos Silva + Jorge Miguel Ribeiro Alves
Paisagismo e espaços exteriores: João Filipe Martins Assis de Oliveira
Fundações e estruturas: Nuno Miguel de França Vieira
Águas e esgotos: Nuno Miguel de França Vieira
AVAC: Paulo Alexandre Carvalho Silveira Vieira Araújo
Segurança contra Risco de Incêndio: Paulo Alexandre Carvalho Silveira Vieira Araújo
4.º Lugar
Concorrente: Vítor Oliveira + Spaceprocess, Unipessoal, Lda. Santa Maria da Feira, Portugal
Coordenação: Ricardo Filipe Ferraz Guedes
Arquitetura: Vítor Manuel dos Santos Oliveira + Ricardo Filipe Ferraz Guedes
Paisagismo e espaços exteriores: Maria Rita de Azevedo Soares Guedes
Fundações e estruturas: António Maria Sarmento Pimentel Adão da Fonseca
Águas e esgotos: Maria Alexandra Moderno Vicente
AVAC: António Luís Ferreira da Graça
Segurança contra Risco de Incêndio: António Santos Silva Romano
5.º Lugar
Concorrente: Ethnomodern, Unipessoal, Lda. Porto, Portugal
Coordenação: Iolanda Marques e Andrade
Arquitetura: Iolanda Marques e Andrade
Paisagismo e espaços exteriores: Maria João Castel-Branco Próspero dos Santos Lopes Cardoso
Fundações e estruturas: Fernando Paulo Fidalgo Martins
Águas e esgotos: João Gustavo de Araújo Lima Burmester Martins
AVAC: José Januário Carvalho da Cruz
Segurança contra Risco de Incêndio: José Januário Carvalho da Cruz
6.º Lugar
Concorrente: RVdM, Arquitectos, Lda. Aveiro, Portugal
Coordenação: Ricardo Pereira Vieira de Melo
Arquitetura: Ricardo Pereira Vieira de Melo
Paisagismo e espaços exteriores: Luís Guedes de Carvalho
Fundações e estruturas: Eugénio Paulo da Cruz Maia
Águas e esgotos: Alberto Manuel Guimarães Brochado Teixeira
AVAC: António Luís Ferreira da Graça
Segurança contra Risco de Incêndio: Emanuel Pedro Dourado Ramires
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Biblioteca BIM Leca ®

»