Arquiteto João Mendes Ribeiro vence Prémio Diogo Castilho 2021

Categorias: Arquitetura

O município de Coimbra vai atribuir o Prémio Municipal de Arquitectura Diogo Castilho (edição 2021) ao arquitecto João Mendes Ribeiro pelo projecto da moradia unifamiliar “Casa do Areeiro”, anunciou o presidente da autarquia Manuel Machado.

O autarca, que falava aos jornalistas no final da sessão de Câmara, adiantou que o prémio, no valor de 10 mil euros, vai ser entregue a 04 de Julho, na sessão solene do Dia da Cidade.

O júri do prémio decidiu ainda atribuir uma menção honrosa ao arquitecto Hugo Tocha de Carvalho pelo projecto de reabilitação e reconversão numa unidade habitacional da obra “Gomes de Freire”.

“O júri considerou, unanimemente, que a Casa do Areeiro é a que melhor expressa uma sensível integração no território, uma coerência na organização do programa, uma qualidade formal e, ainda, uma originalidade nos processos construtivos adoptados, bem como o cuidado no uso de cobertura verde e no reboco com cal aérea”, refere a acta homologada pelo município.

A concurso apresentaram-se quatro trabalhos, sendo que um foi excluído por questões administrativas, já que o alvará de autorização de utilização já tinha sido emitido este ano.

O Prémio Municipal de Arquitectura “Diogo Castilho” destina-se a premiar edificações novas, cuja concepção e qualidade arquitectónica sejam relevantes exemplos no panorama concelhio, ou obras de recuperação e reabilitação cujo projecto mereça destaque pelo respeito do património edificado, sem exclusão do uso de linguagem contemporânea nas preexistentes.

Instituído pela Câmara de Coimbra em 1995, destina-se a homenagear o arquitecto Diogo Castilho, um espanhol nascido nas Astúrias que ficou muito ligado a Coimbra, onde ficou ligado a obras emblemáticas na cidade.

Lusa/DI

Fotografias © José Campos

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Jooble

Mais de 2 mil vagas para arquitetos no Brasil