Bienal de Veneza atribui Leão de Ouro a Rem Koolhaas

Categorias: Arquitetura

O holandês Rem Koolhaas, autor da Casa da Música, receberá o Leão de Ouro de Carreira da 12.ª Bienal de Arquitectura de Veneza, que decorre de 29 de Agosto a 21 de Novembro, lê-se no site da exposição.

 

A decisão de atribuir o galardão foi tomada pela organização da Bienal de Arquitectura, presidida por Paolo Baratta, por proposta do director da exposição, Kazuyo Sejima.

 

‘Rem Koolhaas expandiu as possibilidades da arquitectura’, refere-se no comunicado da Bienal, sublinhando que ele se focou ‘nas relações entre as pessoas e o espaço’ e que a sua influência mundial ‘ultrapassa a arquitectura’.

 

Considerado pela revista Time uma das figuras mundiais mais influentes em 2008, Rem Koolhaas, nascido em Roterdão em 1944, criou o atelier OMA (Office for Metropolitan Architecture) com Elia e Zoe Zenghelis e Madelon Vriesendorp.

 

Entre os trabalhos mais importantes por ele criados contam-se a Casa da Música do Porto, a sede do Nederlands Danstheather da Haia e o Kunsthal de Roterdão (Holanda), a Nexus Housing, em Fukuoka (Japão), e a Biblioteca Pública Central de Seattle (EUA).

 

Autor de obras teóricas, como ‘Delirious New York: a retroactive manifesto for Manhattan’ (1978), o arquitecto foi distinguido, no ano 2000, com o Prémio Pritzker.

 

A Bienal de Veneza atribuiu também um Leão de Ouro especial ao arquitecto japonês Kazuo Shinohara, que morreu em 2006 e criou uma escola que teve uma enorme influência na arquitectura japonesa.

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?