Carrilho da Graça na XVI Bienal Internacional de Arquitectura de Buenos Aires

Categorias: Arquitetura

A convite da Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires, o arquitecto João Luís Carrilho da Graça inaugura em Buenos Aires, a exposição Carrilho da Graça: Lisboa.

Esta mostra manifesta sobretudo um modo de olhar, presente desde o início da atividade profissional e docente do arquiteto João Luís Carrilho da Graça, ilustrado a partir da cidade sobre a qual tem trabalhado desde há mais de 30 anos: Lisboa. 

Os materiais desta retrospetiva permitem a nossa aproximação a uma teoria do território, enunciada numa planta e numa maqueta de Lisboa, e reiterada pelas maquetas dos projetos. Trata-se de uma teoria que compreende o facto de as linhas e pontos notáveis que caracterizam a topografia estarem na base dos percursos e assentamentos humanos e, portanto, da construção da cidade e da sua arquitetura. 

A inauguração da exposição contará com a presença dos arquitetos João Luís Carrilho da Graça e Marta Sequeira, curadora da exposição. 


No dia 11 de Outubro às 19h15, Carrilho da Graça dará uma conferência no auditório principal da Usina del Arte, sede da Bienal BA 2017. A mostra estará patente até 20 de Outubro de 2017.


A conferência, intitulada "Lisboa", abordará a forma particular como Carrilho da Graça convoca o território (e o seu papel como repositório de ocupação e agência humanas) para o processo de projecto como parte de uma metodologia de desenho e acção, permitindo uma síntese que subjaz ao conjunto da sua obra. 

Sobre Bienal Internacional de Arquitectura de Buenos Aires

Desde 1985 que a Cidade de Buenos Aires é anfitriã de uma das mais destacadas celebrações da cultura arquitectónica internacional. A Bienal Internacional de Arquitectura de Buenos Aires é um dos eventos mais importantes da região na temática da arquitectura.

Durante o evento Buenos Aires converte-se num espaço de cruzamento de diálogos culturais, conferências de arquitectos reconhecidos a nível mundial e exposições que colocam a arquitectura no centro do debate. 

A longo dos seus 32 anos, a Bienal contou com a presença de grandes arquitectos reconhecidos a nível mundial: Richard Meier, Hans Hollein, Paulo Mendes da Rocha, Jean Nouvel, Richard Rogers, Norman Foster, Toyo Ito, Zaha Hadid e Alejandro Aravena. 

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE