Centro de Artes Contemporâneas dos Açores é finalista do Prémio Europeu de Espaço Público Urbano

Categorias: Arquitetura

Projetado pelos arquitetos João Mendes Ribeiro, Cristina Guedes e Francisco Vieira de Campos, o edifício Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande (Açores), é um dos 25 finalistas do Prémio Europeu de Espaço Público Urbano 2016.

 

O Prémio Europeu de Espaço Público Urbano é organizado de dois em dois anos pelo Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB) sendo esta a sua 9ª edição. Foram 25 as intervenções eleitas como as melhores realizadas em espaços públicos das cidades europeias entre os anos 2014 e 2015.

 

 

Em relação ao projecto açoriano, o júri caracteriza-o desta maneira: “Os restos abandonados de uma fábrica do séc. XIX da ilha de São Miguel, no arquipélago dos Açores, convertem-se num centro de arte contemporâneo que constitui um espaço de intercâmbio e de interacção para as pessoas, o conhecimento e as tendências emergentes”.

 

 

O prémio, que neste ano recebeu 276 inscrições provenientes de 33 países, “reconhece a criação, recuperação e melhoria dos espaços públicos, compreendendo seu estado como um claro indicador da saúde democrática de nossas cidades”, explicou a organização do prêmio.

 

O júri internacional da 9.ª edição do Prémio Europeu de Espaço Público Urbano 2016 foi presidido pelo arquitecto Enric Batlle, representando o CCCB, integrando vários directores de museus, críticos de arquitectura, historiadores, arquitectos e directores de instituições e fundações europeias ligadas à arquitectura.

 

As outras 24 intervenções finalistas:

 

Silêncio!, Riga (Letônia), 2014

 

Cykelslangen, Copenhague (Dinamarca), 2014

 

Guarnición de la plaza de Sant Miquel, Olot (Espanha), 2015

 

Reforma da praça de Tåsinge, Copenhague (Dinamarca), 2014

 

Banheiros públicos no porto, Fåborg-Midtfyn (Dinamarca), 2014

 

Rede de ciclovia entre Santa Pola e Alicante, Santa Pola (Espanha), 2015

 

Novo elevador de acesso ao casco histórico, Gironella (Espanha), 2015

 

R-Urban: rede de commons urbanos, Colombes (França), 2014

 

Estação de Nørreport, Copenhague (Dinamarca), 2015

 

Anel da memória: Memorial Internacional de Notre-Dame-de-Lorette

 

Ponte temporal sobre o canal de Charleroi, Bruxelas (Bélgica), 2014

 

Bancos de madeira para a praça maior, Bürchen (Suíça), 2015

 

Mirante e edifício de proteção do parque Genovês, Cádiz (Espanha), 2015

 

Recuperação da irrigação das hortas termais, Caldes de Montbui (Espanha), 2015

 

Nova varanda polivalente, Molenbeek-Saint-Jean (Bélgica), 2015

 

Nova barragem de defesa costeira, Katwijk (Países Baixos), 2015

 

Jardim dos Cem celestiais, Kíev (Ucrânia), 2016

 

Escaravox, Madrid (Espanha), 2014

 

Reforma do centro de Barkingside, Londres (Reino Unido), 2015

 

Centro para o Diálogo Przełomy na praça Solidarność, Szczecin (Polônia), 2015

 

Claro no bosque, Uster (Suíça), 2014

 

Restauração da Promenada, Velenje (Eslovênia), 2014

 

Mercado de peixes, Vodice (Croácia), 2015

 

 

Imagens

Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, Menos é Mais Arquitectos Associados, Lda e arquitecto João Mendes Ribeiro

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?