Cosentino encerra 2019 alcançando os 1.110 milhões de euros

O Grupo Cosentino, empresa líder na produção e distribuição de superfícies inovadoras para arquitetura e design, reforçou em 2019 o seu modelo empresarial, suportado na inovação tecnológica, na digitalização, no emprego de qualidade e na sustentabilidade, alcançando os 1.110 milhões de euros. A Cosentino continuou a aumentar os investimentos nos seus processos produtivos, na expansão do seu modelo de negócio nos mercados internacionais, na criação de empregos, e no seu firme compromisso para com a inovação sustentável.

Investimentos estratégicos em inovação e capacidade produtiva  

2019 foi um ano especialmente intenso a nível de investimentos, que ascenderam aos 120 milhões, ao longo de todo o ano. Este esforço, sobretudo aplicado à componente industrial, esteve relacionado com o ambicioso plano de crescimento da capacidade produtiva, automatização e digitalização de Silestone®.

Foi também completado o processo de migração das prensas tradicionais para as prensas de grande formato, bem como a industrialização dos processos de I+D responsáveis pela criação das novas cores. No que a Dekton® diz respeito, os investimentos centraram-se no aumento da eficiência produtiva da planta, bem como na industrialização dos processos de desenvolvimento. Para este efeito, foi necessário ampliar as instalações logísticas de Cantoria em mais de 25.000 m2.

A estes investimentos, junta-se um ambicioso plano de investimento para os próximos três anos (2020-2022), que rondará os 280 milhões de euros. Dentro deste plano, está o plano específico destinado à marca Silestone® de 133 milhões de euros, a ter lugar entre 2019 e 2021.

Economia circular e sustentabilidade

Outro pilar fundamental, reforçado no ano passado, foi o compromisso da empresa para com o meio ambiente, materializado por uma forte aposta nas mais inovadoras tecnologias e medidas de proteção, coletiva e individual. Além dos investimentos para a recuperação de calor, as melhorias no âmbito da eficiência energética, a ampliação da capacidade de depuração de águas, ou a modernização dos sistemas de depuração de COV’s, importa destacar a adesão da empresa ao “Pacto Nacional pela Economia Circular” do Ministério Espanhol de Transição Ecológica.  Uma aposta que se traduz na valorização de resíduos, âmbito no qual a Cosentino alcançou em 2019 uma taxa recorde de valorização de 33% graças, entre outras iniciativas, ao projeto de I+D “Circularity”.

A Cosentino continua a apostar no desenvolvimento e implementação de projetos, que façam da empresa uma referência no âmbito da sustentabilidade. É o caso da futura construção de um Parque Solar fotovoltaico para autoconsumo de 20MW, em processo de tramitação, ou o arranque de uma planta de regeneração de águas residuais, que permitirá um reaproveitamento das águas presentes no processo industrial.

Atração de Talento de Criação de Emprego

Tanto o aumento da faturação anual, como o aumento do investimento e a aposta na sustentabilidade e na modernização dos seus processos e produtos, foram acompanhados por uma política de captação de talentos e criação de novos postos de trabalho. 2019 foi um ano marcado pela criação de postos de trabalho, com o Grupo a atingir os quase 4.800 colaboradores em todo o mundo.

2019 fica também marcado pela consolidação do processo de expansão internacional da empresa: 90% da faturação do Grupo Cosentino vem dos mercados internacionais. Vale a pena destacar a abertura de novos “Cosentino Centers” nos Estados Unidos, Canadá, França ou Malásia (uma estreia). Esse crescimento foi concluído em 2019 com a abertura do showroom “City” de Los Angeles. Este formato de espaço exclusivo, localizado no centro das principais cidades do mundo, chegará este ano a novos pontos, como Amsterdão e Barcelona.

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Isopan

Apresentamos a Esquadria Perfeita

Workshop . Lisboa

Como Vender o Que Não Se Vê