Daniel Fortuna do Couto anuncia candidatura à Ordem dos Arquitectos

Categorias: Arquitetura

O actual Vice-presidente da Ordem dos Arquitectos, Daniel Fortuna do Couto, anunciou a sua candidatura à Ordem dos Arquitectos, liderando a candidatura “Uma Ordem Presente”. Maria Manuel Godinho de Almeida é a candidata à vice-presidência nas eleições marcadas para 15 de Maio. Em comunicado enviado à imprensa, a candidatura aponta como objectivo “garantir que as importantes reformas realizadas no mandato que agora termina não ‘andam para trás’”.

Daniel Fortuna do Couto, natural do Porto, exerce funções no Ministério da Saúde, é membro do Conselho Nacional do Ambiente e membro suplente do Conselho Superior de Obras Públicas. No comunicado de anúncio da candidatura destaca-se o seu impulso à campanha Arquitectura para Arquitectos, que resultou na lei aprovada em 2018 que, salvo algumas excepções, restringe a assinatura de projectos de arquitectura aos formados na profissão, bem como o seu papel no “processo de descentralização em curso na Ordem dos Arquitectos”.

Na equipa que Daniel Fortuna do Couto leva a eleições, encontramos Alexandre Burmester (candidato a Presidente da Mesa da Assembleia Geral), Avelino Oliveira (Presidente da Assembleia dos Delegados), Florindo Belo Marques (Presidente do Conselho Nacional de Disciplina) e Miguel Amado (presidência do Conselho Fiscal). Para as secções regionais foram escolhidos Nuno Ribeiro (secção regional norte), Fátima Lourenço (secção regional centro), Luís Pedra Silva (Lisboa e Vale do Tejo), Filipe Xavier Oliveira (Alentejo), Luís Matos (Algarve), Catarina Valadão (Açores) e Luís Moreira Verga (Madeira).

Na corrida à sucessão de José Manuel Pedreirinho, Daniel Fortuna do Couto enfrentará Gonçalo Byrne, cuja candidatura o próprio confirmou ao PÚBLICO, adiantando também que as suas listas estão ainda a ser formadas. “Pensamos concorrer a todas as secções regionais e a todos os órgãos com uma lista própria”, avançou o arquitecto nascido em Alcobaça. “Recebi um apoio bastante transversal a vários níveis da profissão, com uma representação geracional total, desde os mais novos até à minha geração e à geração mais velha”, acrescentou.

©Público

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?