David Santos e Pedro Bandeira premiados pela Associação de Críticos de Arte

Categorias: Arquitetura

O historiador de arte David Santos e o arquiteto Pedro Bandeira foram distinguidos com o Prémio de Crítica e Ensaística de Arte e Arquitetura da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA)/Fundação Carmona e Costa, foi hoje anunciado.

De acordo com a Fundação Carmona e Costa, o júri decidiu atribuir `ex aequo` o Prémio relativo ao biénio 2013/2014 a David Santos e Pedro Bandeira.

O júri foi constituído por Raquel Henriques da Silva, Ricardo Carvalho e presidido por João Silvério, decidiu atribuir ex-aequo o Prémio relativo ao biénio 2013/2014 a David Santos e Pedro Bandeira.

O prémio promovido pela secção Portuguesa da Associação Internacional de Críticos de Arte, no valor de 10.000 euros, é o resultado de uma parceria com a Fundação Carmona e Costa.

David Santos, 44 anos, foi diretor do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, em Lisboa, entre 2013 e julho deste ano, é formado em História da Arte pela Universidade Nova de Lisboa, tem um mestrado em História Política e Social pela Lusófona e é doutorado em Arte Contemporânea no Colégio das Artes, da Universidade de Coimbra.

 

Fez o seu primeiro projeto de curadoria para o Museu do Chiado, em 2000, uma exposição retrospetiva dedicada ao pintor surrealista Marcelino Vespeira.

 

Pedro Bandeira, 45 anos, formado pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, é professor auxiliar na Escola de Arquitetura da Universidade do Minho.

 

Integrou a exposição Metaflux na representação portuguesa na Bienal de Arquitetura de Veneza (2004) e representou Portugal na Bienal de Arquitetura de São Paulo (2005).

 

 

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?