Edifício Copan terá Museu em homenagem a Oscar Niemeyer

Categorias: Arquitetura

Oscar Niemeyer estará no céu. Ou muito perto dele: um museu em homenagem ao arquiteto, falecido em 2012, aos 104 anos, deve em breve ocupar a cobertura do Copan, uma de suas principais obras.

Bisneto do arquiteto e diretor da Fundação Niemeyer, Carlos Niemeyer, 45, confirma o interesse em ter o espaço, que funcionaria como uma espécie de sucursal da instituição, sediada no Rio de Janeiro. Segundo ele, faltam apenas trâmites legais para o projeto se tornar realidade.

O plano é ter um acervo digital de plantas, projetos e croquis do homem que projetou Brasília. “Aberto a todo o público, como tem de ser.”

Além de ceder 1.800 m² de seu andar mais alto, a cem metros do chão da República, o Copan também contribuirá com o acervo. “Temos 1.189 pranchas originais, depositadas na FAU-USP”, diz Affonso Celso Prazeres Oliveira, síndico do maior prédio residencial da cidade.

 

Imagem Edifício Copan | Oscar Niemeyer

 

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE