EDP revela projecto de Prémio Pritzker chileno para Lisboa

Categorias: Arquitetura

Já foram divulgadas as primeiras imagens 3D do edifício desenhado por Alejandro Aravena para segunda parte do edifício-sede da eléctrica.

O peso e a textura do betão são a face mais pública do novo edifício do complexo EDP na zona ribeirinha de Lisboa, cujas obras têm início já em Fevereiro nos terrenos da empresa situados no Aterro da Boavista. Cerca de 800 funcionários vão juntar-se ao mesmo número que já trabalha no primeiro edifício construído por Manuel e Francisco Aires Mateus, que agora será enquadrado na Rua D. Luís I pela arquitectura do chileno Alejandro Aravena, Prémio Pritzker de 2016. Como explicou António Mexia, líder da EDP, as janelas desenham-se como fendas, com largura e altura variadas, chegando a juntar três pisos, escondem verdadeiros lugares de meditação, porque o trabalho já não é o que era.

©DR

Imagem 1 – Fachada virada a Sul, na Rua D. Luís I ATELIER ELEMENTAL/EDP
Imagem 2 – Perspectiva da Rua D. Luís I, com entrada marcada por um paralelepípedo inclinado ATELIER ELEMENTAL/EDP
Imagem 3 – Traseiras do edifício em que se vêem os planos de vidro ATELIER ELEMENTAL/EDP
Imagem 4/5/6/7/8 – Desenho de Alejandro Aravena ATELIER ELEMENTAL/EDP

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal