Estudantes de arquitetura constroem Casa de Brincar e Não Só…

Categorias: Arquitetura

“O Lugar de Partilha” já está no terreno. Preparam-se as fundações e instalam-se as estruturas metálicas que vão sustentar a Casa de Brincar e Não Só – Not Only a Playhouse que até 10 de agosto vai nascer no Conjunto Habitacional da Guarda (CHG), em Perafita, Matosinhos, Portugal, no âmbito do Laboratório de Autoconstrução organizado pela Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura.

Sob a coordenação dos tutores-arquitetos Roberto Cremascoli, Edison Okumura, Ivo Poças Martins e Dulcineia dos Santos, 15 estudantes e jovens arquitetos de várias partes do Mundo (Austrália, México, Itália, Brasil e Portugal) vão, durante as próximas duas semanas, ajudar a dar corpo a este equipamento desejado pela população.

Após algumas semanas de trabalho com os residentes, para definir o programa que se ia organizar e que agora começa a surgir, estamos no terceiro dia de trabalhos desta Casa de Brincar e Não Só… E porquê “não só”? “Não só porque, metaforicamente, temos uma casa com quatro quartos, um deles com coberto e os outros não, a olhar para o céu. Nestes últimos pode-se brincar e o quarto elemento será um espaço multiusos que poderá servir de apoio a festas, para cozinhar ou para reunir os moradores do bairro”, explica Roberto Cremascoli, acrescentando que a decisão de construir este e não qualquer outro equipamento resultou de conversas com os moradores, sobretudo com as crianças. Não foi difícil chegar a um consenso. Era preciso uma casa de brincar. E não só!

Mas, afinal, o que é um Laboratório de Autoconstrução, poderão perguntar-se os mais leigos em matérias de arquitetura. É um laboratório onde profissionais, estudantes e comunidade “projetam em conjunto algo que depois é construído em conjunto. Um Lugar de Partilha onde o mais importante é o processo em si, o estarmos juntos. Projetar e construir”, ressalva ainda o arquiteto Cremascoli, assinalando que para os jovens participantes “esta é uma oportunidade de pensar, desenhar um protótipo e vê-lo crescer diretamente no sítio onde está implantado”.

Enquanto, no exterior, o som da forte ventania se mistura com o bater dos martelos no metal e com o faiscar das soldaduras, na Casa da Cultura de Perafita, espécie de quartel-general do Laboratório, as colunas debitam sonoridades variadas, do lo-fi ao rap. Em torno das mesas, estudantes e jovens arquitetos empenham-se na construção de uma maqueta do Conjunto Habitacional da Guarda, que “reproduz a realidade tal qual como está e que vai permitir discutir algumas ideias e comunicar com terceiros”, conta Ivo Poças Martins, um dos quatro tutores do projeto. “Antes de arrancar com a fase da construção, estamos a fazer um trabalho que é o planeamento da construção propriamente dita, mas, também, a pedido da Câmara Municipal de Matosinhos, a ajudar a pensar o planeamento em termos de pavimento e de intervenções futuras”, especifica, como que relembrando que “O Lugar de Partilha” não se esgota no seu término, que acontece a 10 de agosto, mas lança pistas para o tempo que há-de vir.

Este equipamento de apoio à comunidade nascerá em regime de voluntariado e será executado por vinte estudantes de arquitetura vindos dos cinco continentes, sob coordenação do arquiteto italiano Roberto Cremascoli. Os moradores do bairro estão também envolvidos no projeto, contribuindo com ideias para a concretização deste Lugar de Partilha e/ou colaborando nos trabalhos de construção.

Fruto da colaboração entre a Casa da Arquitectura, a Câmara Municipal de Matosinhos, a empresa municipal MatosinhosHabit e a União de Freguesias de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo, o programa Lugar de Partilha parte de uma filosofia que pretende demonstrar que o envolvimento das comunidades no projeto é crucial para a manutenção posterior dos equipamentos públicos.

O trabalho prévio à construção teve já início, prevendo-se que a infraestrutura esteja concluída no dia 11 de agosto.

©Casa da Arquitectura

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal