Faro quer construir 205 casas de habitação social nos próximos quatro anos

Categorias: Arquitetura

A Câmara de Faro quer construir 205 casas de habitação social a custos controlados para realojar famílias carenciadas do concelho ao abrigo de um protocolo com o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU). O programa de construção dos fogos vai ser implementado nos próximos quatro anos, num investimento global estimado em cerca de 28 milhões de euros, com uma comparticipação não reembolsável do IHRU de cerca de 12 milhões.

“O restante financiamento será realizado através da contração de um empréstimo bancário bonificado, de 15,2milhões de euros, e de verbas próprias do município de cerca de 800 mil euros”, lê-se no comunicado do município. Segundo a autarquia, dos 205 fogos, 49 são destinados ao realojamento dos pescadores da Praia de Faro e os restantes a famílias carenciadas do concelho.

A Câmara presidida por Rogério Bacalhau referiu ter “já em marcha a tramitação tendente à construção e venda de 90 fogos de habitação a custos controlados”, prossegue a nota. O acesso a estas verbas vai ser concretizado através doprograma 1.º Direito, um programa do Estado “para promover o direito a uma habitação condigna e que se enquadra na estratégia local de habitação de Faro, instrumento aprovado em Assembleia Municipal em 26 de Novembro de 2018”.

O protocolo aprovado na passada segunda-feira, dia 8 de fevereiro, em reunião de câmara, vai agora ser submetido a apreciação e aprovação pela Assembleia Municipal.

© Lusa

Foto by KOBU Agency . © Unsplash

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Webinars Leca®

Inscreva-se!