Inês Lobo Arquitectos vencem concurso para o conjunto habitacional no Castêlo da Maia

Categorias: Arquitetura

O Júri considerou que das 20 propostas apresentadas a concurso de conceção para a elaboração do Projeto do conjunto habitacional no Castêlo da Maia, e conforme o Relatório Final, a proposta vencedora, da concorrente Inês Lobo, Arquitectos, Lda revela “uma maturidade urbanística, também diferenciadora, no facto de resolver a aparente fragmentação da morfologia geral com 11 volumes dispersos e com orientações diversas, pela inteligente estratégia de agregação em grupos de 2/3 blocos nas plataformas de base, usando-as para a efetiva organização dos espaços praticáveis no chamado “rodapé urbano”, ou seja, o plano em que os cidadãos efectivamente percepcionam a cidade. Em complemento, resulta uma outra vantagem vivencial interessante – as plataformas de cada conjunto representam um espaço “semi-público” de convivialidade vicinal, mediador do restante espaço público aberto à cidade.”

A proposta da autoria de IM COLLECTIVE – Arquitetura e Design Gráfico, Lda + Soraia Fernandes classificada em 2º lugar, destaca-se “no conjunto pelo facto de conseguir bons níveis de solução para a organização das tipologias habitacionais no tipo “duas frentes opostas”. Muito embora os blocos de acessos verticais encostem à fachada (o que, em princípio, representaria perda de superfície de contacto exterior para os fogos), essa circunstância é ultrapassada com inteligência e a organização interior das habitações revela equilíbrio.”

Sobre a proposta classificada em 3º lugar, do concorrente Aliás Studio, Lda, foi valorizada pelo Júri “como das que mais se aproxima dos princípios urbanísticos orientadores, propõe um espaço público bem dimensionado, afirmando claramente o canal visual Nascente-Poente e revelando boa harmonia interdisciplinar com o Paisagismo Urbano, ainda que seguindo um modelo mais estereotipado de “parque urbano”. Parece algo incongruente não ter refletido de alguma forma o aproveitamento da Linha de Água.”

A proposta do concorrente Hori-zonte, Arquitectura, Lda, classificada em 4º lugar,  foi considerada pelo Júri “claramente a proposta que mais se aproxima dos princípios urbanísticos orientadores, interpretando também de forma coerente a estruturação dos espaços públicos, contínuos e/ou intersticiais. Do ponto de vista da composição morfológica geral e do desenho urbano é uma proposta indubitavelmente consistente.”

No que respeita à proposta apresentada por Embaixada Arquitectura, Lda + Axioma Arquitetura, Lda e classificada em 5º lugar, foi valorizada como “sendo de todas as propostas a que mais enfatiza um princípio compositivo de assumida simetria geométrica, mostra assinalável coerência e maturidade no desenvolvimento da solução global, dando a perceber que a coordenação multidisciplinar acompanhou o partido conceptual.”

A proposta classificada em 6º lugar, do concorrente Oficina de Projetos de Arquitetura UNUM, Lda,  destaca-se com o “partido compositivo de uma simetria geométrica axial, alcança a obtenção de um parque/jardim central com dimensão adequada, procedendo ao tratamento de espaços de proximidade ao edificado no perímetro interior.”

A proposta da autoria de MVCC – Mercês Vieira e Camilo Cortesão, Arquitectos, Lda classificada em 7º lugar, foi valorizada  “partindo de uma leitura dos alinhamentos das volumetrias do envolvente, propõe uma morfologia de inserção com leitura geométrica inteligível.”

A proposta classificada em 8º lugar, do concorrente Pixelmetric, Lda, foi apreciada pelo Júri sendo a proposta que “mais afronta os princípios urbanísticos orientadores é, de entre essas, a que mais evidencia o propósito de construir uma alternativa consistente da visão veiculada no Programa Preliminar.”

De entre as 20 propostas apresentadas a concurso, o Júri admitiu 19 daquelas propostas, tendo em conta que uma delas foi excluída por aplicação do disposto nas alíneas b) e c) do n.º 1 do artigo 22.º dos Termos de Referência. De seguida, o júri procedeu à hierarquização das 19 propostas admitidas, segundo os critérios de avaliação estabelecidos no art.º 20.º dos Termos de Referência, conforme o estabelecido no Relatório Final do júri.
Consultar o Relatório Final > AQUI

Após a submissão do Relatório Final do júri na plataforma eletrónica de contratação pública, aquela disponibilizou o acesso aos documentos de identificação dos concorrentes indicados no artigo 17.º dos Termos de Referência. Uma vez conhecida a identidade dos concorrentes, o Júri realizou o exame formal aos documentos submetidos, verificando que todos cumpriam a entrega dos elementos essenciais.
Na sequência daquela análise, o júri elaborou o Anexo ao Relatório Final do júri, com a identificação do concorrente selecionado e dos restantes concorrentes classificados.
Consultar o Anexo ao Relatório Final do júri > AQUI

Na sequência do acima exposto, informa-se que o júri deliberou, por unanimidade, propor a atribuição dos seguintes Prémios:

1º classificado (Trabalho de Conceção selecionado)
Concorrente: Inês Lobo, Arquitectos, Lda
Coordenação: Inês Varela Maia Lobo
Arquitetura: Inês Varela Maia Lobo + Ricardo Carvalho + Ricardo Bak Gordon

2º classificado
Concorrente: IM COLLECTIVE – Arquitetura e Design Gráfico, Lda + Soraia Fernandes
Coordenação: Inês da Silva Moreira
Arquitetura: Inês da Silva Moreira + Soraia Fernandes

3º classificado
Concorrente: Aliás Studio, Lda
Coordenação: Teresa Paula Silva Ferreira
Arquitetura: Teresa Paula Silva Ferreira

4º classificado
Concorrente: Hori-zonte, Arquitectura, Lda
Coordenação: João Castelo Branco
Arquitetura: João Castelo Branco

5º classificado
Concorrente: Embaixada Arquitectura, Lda + Axioma Arquitetura, Lda
Coordenação: Marco Beltrão + Cristina Mendonça
Arquitetura: Marco Beltrão + Cristina Mendonça

6º classificado
Concorrente: Oficina de Projetos de Arquitetura UNUM, Lda
Coordenação: Andrea Amorim Castro Soutinho
Arquitetura: Miguel Ibraim Oliveira Ferreira da Rocha

7º classificado
Concorrente: MVCC – Mercês Vieira e Camilo Cortesão, Arquitectos, Lda
Coordenação: Camilo Cortesão
Arquitetura: Mercês Vieira

8º classificado
Concorrente: Pixelmetric, Lda
Coordenação: António Jorge de Moura Leitão Cerejeira Fontes
Arquitetura: António Jorge de Moura Leitão Cerejeira Fontes

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Biblioteca BIM Leca ®

»