Portugueses vencem prémios FAD de Arquitetura e Interiorismo 2022

Categorias: Arquitetura

Os arquitetos portugueses Pedro Matos Gameiro, Pedro Domingos e João Mendes Ribeiro vencem prémios FAD de Arquitetura e Interiorismo 2022.

O edifício da Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola, concluído em abril de 2021 e da autoria dos arquitectos Pedro Matos Gameiro e Pedro Domingos, foi galardoado com o Prémio FAD 2022 (cidade e paisagem).

Na presente edição o júri considerou que «a relação e sucessão de espaços públicos e colectivos gerados pela Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola apresenta novos desafios para a arquitectura pública. Uma intervenção que gera um novo espaço central na cidade prolongando a colunata de palmeiras da Praça da República até uma transição de zonas público-privadas, onde interior e exterior se mesclam para gerar uma gradual conexão de espaços de transição entre a Praça e a Biblioteca». O júri valorizou o «amplo claustro que encerra o céu de Grândola num grande quadrado a céu aberto (…) interrompido pelo murmúrio de uma pequena fonte de mármore branco (que cria) um pequeno oásis na cidade.»

O projeto de reabilitação do Paço dos Condes de Ourém, da autoria de João Mendes Ribeiro, docente do Departamento de Arquitetura (DARQ) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), venceu o prémio de opinião, na categoria “Interiorismo” (design de interiores), dos prémios FAD de Arquitetura e Interiorismo 2022.

Segundo o júri do prémio, composto por Inês Lobo (presidente), Paloma Cañizares, Josep Puigdomènech, Pep Quilez, Maria Rubert de Ventós e Jorge Vidal, a reabilitação do Paço dos Condes de Ourém «é uma obra de grande sensibilidade. A reconstrução das paredes originais fornece as pistas para a intervenção horizontal e, no entanto, João Mendes Ribeiro não segue o espaço original: dá opções, oferece uma solução flexível, permitindo alternativas futuras. Os espaços expositivos mostram a mesma atitude: a opção, a intervenção potencial».

Fundado em 1958 pelo arquitecto catalão Oriol Bohigas, o Prémio FAD tem vindo a seleccionar, ano após ano, os melhores projectos ibéricos de Arquitectura e Interiorismo, tratando-se do mais antigo prémio europeu e um dos mais prestigiados do mundo. Concorreram à 64a edição um total de 542 propostas.

Os prémios FAD de Arquitetura e Interiorismo são promovidos pelo Fomento de las Artes y del Diseño desde 1958 e distinguem anualmente as melhores obras de arquitetura ibérica. Na edição deste ano foram apresentadas 434 obras.

 

 

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.