No Roca Gallery discutem-se as necessidades dos consumidores

Especialistas internacionais participam no Rocagallery.com para falar sobre as mais recentes necessidades dos consumidores e sobre a forma como influenciam o design e a adaptação dos espaços

No âmbito do tema do mês, “Novas formas de consumo”, a plataforma on-line do Roca Gallery promove a discussão e pesquisa em torno da arquitetura, do design e da sustentabilidade. Este debate tem por objetivo perceber de que forma as infraestruturas se podem adaptar aos novos hábitos de consumo da sociedade. A partir de vários pontos de vista e de áreas de especialização diversas, os convidados apresentam a sua visão sobre a melhor forma de ir ao encontro das necessidades, atuais e futuras, e como se poderá encontrar uma nova conceção dos espaços dedicados à comercialização de produtos e serviços.

Ao longo da história, as tendências e as preferências pessoais foram sendo sempre influenciadas pelo contexto social, económico e cultural. Os rápidos avanços tecnológicos e o impacto da pandemia mostraram de que forma as necessidades e as rotinas diárias mudaram, em todas as cidades do mundo: mudanças no horário de trabalho, nos protocolos de saúde, nas abordagens à educação, nas interações sociais e até nos hábitos de consumo.

O aumento do comércio por via eletrónica, o trabalho à distância e o interesse em experiências personalizadas são alguns dos fatores que resultaram em novas necessidades sociais. A atual procura não se rege apenas por critérios materialistas, mas também sociais e ambientais, já que as empresas e os consumidores estão preocupados com a crise climática e com as desigualdades sociais.

Sob o mote do tema do mês, Novas formas de consumo, a Rocagallery.com analisa as alterações de consumo da sociedade e estuda a forma como os espaços de comércio e consumo devem ser adaptados para atender às atuais necessidades.

A plataforma foi a anfitriã de um painel de especialistas internacionais que partilharam, semanalmente, artigos até ao final de dezembro. Desta forma foi possível ter uma visão geral sobre as novas necessidades comerciais e os recursos arquitetónicos e de design necessários para satisfazer os novos consumidores.

Do painel de autores que colaboraram neste tema, incluem-se Marta Urtasun e Pedro Rica, fundadores do Mecanismo Studio e professores do programa de mestrado em espaços gastronómicos na Universidade do País Basco, em San Sebastian. No seu artigo, intitulado “Changing From a Consumer and Immediate Society”, os autores defendem o design como uma ferramenta sustentável para lidar com o consumismo desenfreado. Agustín Aranda, jornalista e designer na Secretaria de Planeamento de Rosário, explica em “Urban Agriculture” como a proliferação de hortas comunitárias nas cidades argentinas tem impulsionado a economia nacional. Clare Dowdy, jornalista especializada em design para jornais como o Wallpaper, a Monocle e o Financial Times, reflete sobre como o consumo de dados é uma parte cada vez mais importante de nossa sociedade e como os data centers podem influenciar a arquitetura. Héctor Serrano, diretor do estúdio Borealis, e Carmen Baselga, diretora do estúdio Taller de Proyectos, discutem juntos a forma como a impressão 3D transformou a maneira como os produtos são produzidos e usados. Por último, Javier Díez, diretor do diez + diez Studio e especialista em design industrial, fala do papel do designer na comunicação entre um objeto e um designer.

Nos próximos dias, serão acrescentadas publicações de outros autores, como Colbey Reid, professor e chefe do departamento de Estudos da Moda no Columbia College Chicago, que vai falar sobre a forma como a moda, o género, o meio ambiente e a diversidade influenciam as escolhas do consumidor. Catherine Foulkrod, escritora de ficção e colaboradora de jornais como o The Believer, o New York Tyrant e o El Malpensante, vai explorar o papel ativo dos consumidores na atualidade. Esteban Becerril, cofundador da B + R Arquitectos, vai escrever sobre o novo papel, atual e futuro, dos centros comerciais nos centros das cidades e arredores. Fernando Nasuti-Wood, senior marketing director da Lego na França e na Península Ibérica, vai refletir sobre como projetar produtos para uma sociedade cada vez mais inclusiva e exigente.

Este novo tema do mês traz perspetivas de profissionais numa diversidade de disciplinas, uma vez que a Rocagallery.com procura abordar questões da mais alta atualidade do ponto de vista da arquitetura, do design, da inovação e sustentabilidade.

Todos os artigos podem ser lidos em inglês e espanhol em http://www.rocagallery.com/ .

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?