Open House Lisboa 2020: Descobrir Lisboa ao ouvido

Categorias: Arquitetura
À 9ª edição, o Open House Lisboa continua a propôr novas maneiras de viver e experenciar a capital. Este ano, o desafio é sensorial, com uma diversidade de histórias e percursos imaginados e narrados por figuras nacionais da cultura.
Adaptado ao contexto actual de pandemia, o formato podcast – que agora se estreia – convida as pessoas a palmilhar as ruas e avenidas lisboetas levados ao ouvido, através de oito passeios sonoros a realizar em diferentes zonas da cidade: Campo de Ourique, Estrela, Graça, Centro Histórico, Arroios, Avenidas Novas e Alvalade.
Para descobrir quem são Os Amantes do Caleidoscópio de Inês Meneses, viajar Entre a Vulnerabilidade e a Resiliência de Gonçalo Byrne, marcar encontro com as personagens de Espaço, Cadeira, Caminho e Escrita de Gonçalo M. Tavares, acompanhar o ritmo da coreógrafa Lígia Soares, viajar na história com Rui Tavares, descobrir o bairro de Tomás Wallenstein, ou desfrutar dos planos panorâmicos de Leonor Teles nos miradouros da cidade, basta descarregar os ficheiros para o telemóvel, tablet ou computador, ou ouvir em streaming directamente no site www.openhouselisboa.com. Com durações entre os 30 e 70 minutos, os passeios sonoros estão disponíveis a partir de 25 de Setembro de 2020 no site oficial e na plataforma do Soundcloud.
Para quem quiser seguir de maneira literal cada passeio sonoro, é indicado o ponto de partida para a experiência. Para ajudar no périplo, existe um mapa que pode ser encontrado no formato digital no site oficial ou nos pontos de informação que estão situados no início de cada percurso, e nos quais se pode contar com a ajuda e esclarecimentos da equipa de voluntariado.
Estes são também passeios e viagens mentais que se podem fazer a partir de casa, dentro ou fora de Lisboa, num jardim ou em qualquer outro contexto.
Nesta nova edição, estão ainda previstas as habituais actividades Open House Junior para fazer em família. São desafios com formas, casas, ruas e paisagens para realizar de forma independente com as crianças durante um passeio, em casa ou na escola. Orientadas para crianças com idades dos 6 aos 12 anos, estas fichas estão nos pontos de informação e no site.
Numa óptica de inclusividade, o Open House oferece também um passeio com audiodescrição, realizada pela Locus Acesso, adaptada a pessoas cegas ou com baixa visão. O passeio escolhido foi o do Tomás Wallenstein propõe descobrir Alvalade.
Lançado em 2012 pela Trienal de Arquitectura de Lisboa, o Open House Lisboa é uma iniciativa organizada  com a EGEAC e que, este ano, desafia a descobrir Lisboa ao ouvido.
LINKS
VÍDEOS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal