Prémios AICA/MC 2009 distinguem o fotógrafo Paulo Nozolino e o arquitecto Paulo Gouveia

Os prémios AICA/MC 2009 (Associação Internacional de Críticos de Arte/Ministério da Cultura), foram atribuídos ao fotógrafo Paulo Nozolino, na área das artes visuais e, a título póstumo, a Paulo Gouveia, na área da arquitectura.

 

PRÉMIO AICA/ MC 2009 – ARTES PLÁSTICAS

O Júri, constituído por Manuel Graça Dias, Leonor Nazaré e por Celso Martins, Nuno Grande e Diogo Seixas Lopes atribuiu o Prémio AICA/Ministério da Cultura 2009 (Artes Visuais) ao fotógrafo Paulo Nozolino (n. 1955).

Paulo Nozolino é considerado um dos maiores fotógrafos da actualidade e a sua obra está representada em vários museus e colecções privadas, tendo recebido, entre outros, o Prémio Kodak (1988) e o Prix Fondation Leica (1989). O júri sublinhou que “a assunção autoral do olhar fotográfico é, no seu caso, afirmada com uma forte expressão e particular engenho compositivo”.

 

No ano de 2009 a sua exposição Bone Lonely, realizada na Galeria Quadrado Azul, em Lisboa, esteve também presente nos Rencontres d’Arles e deu origem à edição de um livro com o mesmo nome. Em Arles, Nozolino expôs também Far Cry, vídeo referente aos trabalhos mostrados em Serralves em 2005.

 

PRÉMIO AICA/MC 2009 – ARQUITECTURA

O Prémio AICA/Ministério da Cultura 2009 (Arquitectura), foi atribuído, a título póstumo, ao arquitecto Paulo Gouveia. O arquitecto açoriano faleceu no ano passado.

 

Paulo Gouveia (1939-2009), nascido em Angra do Heroísmo, é autor de uma obra que se inscreve com toda a propriedade numa corrente criativa pós-moderna, revelando uma leitura própria das culturas populares locais, através de um discurso pragmático, vernáculo, orgânico, plástico e poético. Entre outras obras emblemáticas, deixou-nos o Museu do Vinho e a ampliação do Museu dos Baleeiros, no arquipélago dos Açores, inaugurada em 2009.

Em 2009 foi também o ano da publicação do seu livro Angra do Heroísmo: Arquitectura do século XX e memória colectiva, pelo Instituto Açoriano de Cultura, livro resultante da Dissertação de Doutoramento que apresentou na Universidade de Évora.

 

O júri sublinhou que Paulo Gouveia “foi um arquitecto dos Açores que sempre se moveu com grande à vontade nos temas da cultura universal, um erudito que sempre soube olhar para a cultura popular, nomeadamente, para a herança emigrada da diáspora açoriana”.

 

SOBRE OS PRÉMIOS AICA

Entre 1968 e 1972, a Associação Internacional dos Críticos de Arte [AICA] atribuiu os prémios SOQUIL de artes plásticas, através de um júri fixo constituído por José Augusto França, Rui Mário Gonçalves e Fernando Pernes.

Interrompido durante oito anos, o prémio “regressou”, em 1981, por iniciativa da Divisão de Artes Plásticas da Direcção-Geral da Acção Cultural/ SEC (Secretaria de Estado da Cultura), em moldes que ainda hoje se mantêm.

O Ministério da Cultura é responsável pela atribuição dos Prémios AICA – Artes Plásticas e Arquitectura desde aquele ano, fazendo-o através do então IAC [Instituto de Arte Contemporânea], depois IA [Instituto das Artes], e presentemente DGArtes [Direcção-Geral das Artes].

 

Entre os premiados desde 1981 figuram, nas artes plásticas e na arquitectura, respectivamente, Costa Pinheiro e Siza Vieira, Júlio Resende e Alcino Coutinho, Alberto Carneiro e Nuno Teotónio Pereira, Malangatana e Pedro Ramalho, Nikias Skapinakis e Manuel Tainha, João Cutileiro e Frederico George, Júlio Pomar e Fernando Távora, Paula Rego e Raul Chorão Ramalho, José Pedro Croft e João Mendes Ribeiro, Rui Sanches e a dupla de Alexandre Alves Costa e Sergio Fernandez.

 

Os Prémios AICA – Artes Plásticas e Arquitectura são constituídos por uma dotação em dinheiro, suportada pela Direcção-Geral das Artes, no valor de 20.000,00 Euros (10.000,00 Euros para as artes plásticas e igual montante para a arquitectura).

 

| MAIS INFORMAÇÕES |

Direcção-Geral das Artes / Ministério da Cultura

Gabinete de Comunicação

gabcom@dgartes.pt

Av. da Liberdade, 144 – 2º andar, 1250-146 Lisboa

T: (+351) 211 507 010 | F. (+351) 211 507 261

E. geral@dgartes.pt

 

AICA [Associação Internacional dos Críticos de Arte]

Secção Portuguesa da AICA

Rua Barata Salgueiro, nº 36 1250-044 Lisboa

T. 21 313 85 10 | Fax. 21 313 85 19 | E. geral@snba.pt

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE