Projecto de Ópera na Pedreira

Categorias: Arquitetura

O primeiro passo na realização de um projecto ímpar em Portugal e na Europa foi dado ontem, no Departamento de Évora da Universidade de Évora, com a apresentação da maquete que revela a transformação de um pedreira, do concelho de Vila Viçosa, numa verdadeira sala de espectáculos ao ar livre.

 

Vila Viçosa prepara-se para desenvolver um projecto marcante para a cultura nacional e internacional, apostando na transformação e adaptação de uma pedreira, a escassos quilómetros do centro histórico da vila, numa sala de espectáculos.

 

 

A maquete do projecto foi revelada, no passado dia 22 de Fevereiro, no Departamento de Arquitectura da Universidade de Évora, numa apresentação que contou com a presença dos principais intervenientes neste processo.

 

Luís Caldeirinha Roma, presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa; Laureano Carreira, mentor da iniciativa; Pedro Gameiro, um dos arquitectos responsáveis pela coordenação do estudo e Hugo Primo, engenheiro da empresa Solubema – Sociedade Luso-Belga de Mármores –, proprietária da pedreira, manifestaram todo o entusiasmo que este projecto envolve.

 

“Este vai ser um espectáculo único, algo completamente diferente do que estamos habituados a assistir no nosso país. Um projecto marcado por uma transversalidade singular que abarca áreas como a cultura, indústria, gastronomia e comércio, numa terra com um valiosíssimo potencial turístico”, defendeu o presidente da autarquia.

 

Um sonho que começa a tornar-se realidade

A ideia de utilizar uma estrutura industrial deste tipo, como local privilegiado para acolher um festival lírico, nasceu do sonho de Laureano Carreira, professor ligado durante vários anos à Universidade de Évora, encenador e libretista.

 

Este é um projecto que visa “aproveitar uma infra-estrutura com uma beleza inerente extraordinária e criar cultura a partir daí, desenvolvendo no Alentejo um festival que tem, inegavelmente, uma dimensão europeia”, garantiu Laureano Carreira.

 

A iniciativa recebeu, desde o início, o apoio incondicional da Câmara Municipal de Vila Viçosa, da Solubema – Sociedade Luso-Belga de Mármores –, proprietária da pedreira e do Departamento de Arquitectura da Universidade de Évora, dirigido pelo arquitecto João Carrilho da Graça.

 

Transformar um território complexo

Situada na estrada que liga Vila Viçosa a Bencatel, a pedreira, já inactiva, vai ser adaptada para acolher, nos meses de Verão, um espectáculo lírico singular, num espaço único que alia beleza natural, condições acústicas excepcionais e um repertório de ópera.

 

Coordenado pelos arquitectos Pedro Gameiro e Marta Sequeira, o estudo prévio define três áreas fundamentais, designadamente, uma zona de recepção e descida que comporta as bilheteiras, um espaço comercial, para exposição de produtos locais de excelência, e um ponto estratégico que direcciona o olhar do visitante para a Serra de Ossa.

 

Por esta altura, iniciar-se-á o primeiro momento de descida – aproximadamente 25 metros, o equivalente a um prédio de sete andares – que direcciona as pessoas até uma zona intermédia.

 

Nesta segunda área, localizar-se-á um bar/esplanada que permitirá ao público degustar algumas iguarias da gastronomia regional e deliciar-se com o lago – hoje um simples reservatório de água – que será um espaço muito aprazível.

 

Por fim, surge mais uma zona de descida – mais 25 metros –, que permitirá o acesso à cota mais baixa, onde está o palco, a plateia e todos os serviços de apoio ao espectáculo.

 

“Este é um projecto incrivelmente importante que nos retira da construção enquanto um sistema de soma, levando-nos a encarar o território como algo já construído. A partir daí, definimos por delapidação os espaços que nos interessam”, comentou Pedro Gameiro.

 

A uma escala verdadeiramente impressionante, num território complexo, prevê-se que o festival de ópera arranque em Julho de 2011, dando corpo a um projecto que figurará como um dos poucos no mundo e, sem dúvida, como o único em Portugal.

 

“Estamos expectantes e desejamos ver esta iniciativa consolidada neste território de excelência que é Vila Viçosa”, concluiu o presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa.

 

Fonte: Câmara Municipal de Vila Viçosa

 

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?