Projecto português entre 27 ideias seleccionadas pela “Future Architecture 2021”

Categorias: Arquitetura

O projecto português “Reclaiming Public Space”, da cooperativa Santos Collective, uma ideia apresentada para a zona da Estrela, na capital, está entre as 27 ideias seleccionadas no âmbito da convocatória lançada pela Future Architecture 2021, iniciativa integrada no Programa Europeu de Arquitectura, anunciou a Trienal de Lisboa.

A cooperativa Santos Collective é constituída por Joana Bernardes, Inês Sanz Pinto, Joana Ribeiro e Maria Ribeiro, na sua própria definição “duas arquitectas, uma artista e uma marketeer” que se juntaram e estão empenhados em apoiar a comunidade santista de Lisboa.

De acordo com a Trienal de Arquitectura de Lisboa, a iniciativa, que tem como tema “Landscapes of Care” (“Paisagens de Cuidar”, em tradução livre), escolheu os finalistas entre 457 ideias de 63 países, com projectos ligados ao ambiente, sociologia, construção, infraestruturas, economia, planeamento urbano e património.

Tendo como objectivo “explorar as dinâmicas de solidariedade e auto-organização colectiva que constituem as redes de confiança que operam à escala do bairro, e os espaços e actividades comuns de transição”, a convocatória pediu para serem apresentados “projectos transformadores dos ambientes” urbanos.

 

Autores defendem ‘online’ os seus projectos

O concurso de ideias da Future Architecture Platform foi projectado para “desencadear diálogos à volta dos desafios de uma sociedade confrontada com os mitos do crescimento sem fim, a glorificação das fronteiras, e a identidade nacional”, indica a Trienal no seu sítio ´online´.

Os 27 finalistas vão apresentar as suas ideias aos membros da Future Architecture na convenção anual Creative Exchange 2021, que acontecerá ´online´ entre 03 e 05 de Março de 2021 na plataforma Future Architecture Rooms.

Na sua qualidade de membro da organização, a Trienal irá escolher quais serão os projectos a assumir a concepção da exposição “Revisiting Future Architecture Collections”, que decorre de 14 de Outubro a 11 de Dezembro de 2021, no Palácio Sinel de Cordes, em Lisboa, sede desta entidade portuguesa dedicada à arquitectura.

Esta exposição, que pretende gerar uma nova narrativa na arquitectura, mais abrangente, será baseada na “diversidade de conteúdo como parte de um projecto maior que representa um olhar questionador sobre os acervos de arquitectura” dos seus membros.

Esta é a segunda exposição de uma série, iniciada com “Cuidar: Contos do Invisível”, apresentada também no Palácio entre 15 de Outubro e 12 de Dezembro de 2020.

O Programa Europeu de Arquitetura é cofinanciado pelo Programa Europa Criativa da União Europeia.

© Lusa/DI

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Biblioteca BIM Leca ®

»