QUADRANTE escolhida para o programa de desenvolvimento de 7 aeroportos em Cabo Verde

A QUADRANTE foi escolhida pela VINCI Airports | ANA para desenvolver, em consórcio, os estudos de Arquitetura e Engenharia para a primeira fase do programa de desenvolvimento de 7 Aeroportos em Cabo Verde. Os projetos inserem-se no âmbito do contrato de concessão que o Governo de Cabo Verde assinou com a VINCI Airports | ANA por um período de 40 anos.

O Contrato de Concessão irá permitir a expansão, modernização, manutenção e exploração de 4 Aeroportos internacionais (Ilhas do Sal, Santiago, Boa Vista e São Vicente) e de 3 Aeródromos destinados a tráfego doméstico (Ilhas do Fogo, São Nicolau e Maio) e responder ao crescimento da Economia de Cabo Verde, que tem registado um aumento do tráfego aéreo desde 2010, atingindo 2,7 milhões de passageiros anuais em 2018. Após o impacto da Covid-19, como a maioria dos destinos turísticos em todo o mundo, o tráfego recuperou para 80% dos níveis de 2019 durante o segundo trimestre de 2022.

A Quadrante, empresa de consultoria e projeto de Arquitetura e Engenharia, anuncia assim, que o consórcio que integra irá apoiar o Grupo VINCI no desenvolvimento dos Estudos Prévios e Anteprojeto de Engenharia da primeira fase de desenvolvimento aeroportuário, incluindo intervenções nas Áreas Operacionais do Lado Ar e nos Terminais de Passageiros, bem como a implementação de sistemas de geração de energia com base em fontes renováveis (solar e eólica) para consumo dos aeroportos.

Os serviços incluem os projetos de Arquitetura e Interiores, Estruturas, Geometria e Terraplanagem, Pavimentos e Drenagem Aeroportuários, Circulação de Aeronaves, Redes de Abastecimento de Água e Incêndios, Redes de Recolha de Águas Residuais e Pluviais, Climatização e Ventilação, Instalações Elétricas e de Comunicação, Instalações de Gestão Técnica Centralizada, Segurança, Sinalização Luminosa e o Projeto Elétrico e Civil de Parques Eólicos e Solares.

Nuno Costa, CEO da QUADRANTE, destaca que “esta é uma ótima oportunidade para reforçar Cabo Verde como destino turístico e até como um Hub regional, melhorando a sustentabilidade, a conetividade e performance operacional das infraestruturas aeroportuárias, ao mesmo tempo que contribuímos para oferecer uma experiência de excelência aos passageiros que visitam estes Aeroportos.”

Acrescenta ainda que “para a QUADRANTE é também fundamental participarmos no roteiro para a neutralidade carbónica do Grupo VINCI, uma vez que estas obras estão incluídas na meta de redução de 50% da pegada de carbono até 2030, com vista à neutralidade carbónica dos aeroportos até 2050.”

Os planos de descarbonização dos aeroportos preveem a aposta em produção local de energia verde através de parques eólicos e fotovoltaicos, que resulta do compromisso que o Governo de Cabo Verde definiu na COP21 de superar 50% de produção de energia a partir de fontes de energia renováveis até 2030.

Os projetos assegurados pela QUADRANTE, em consórcio, incluem também a substituição de iluminação aeroportuária por LED, a instalação de sistemas de reutilização das águas dos treinos dos bombeiros e a instalação de sistemas eficientes de aquecimento, ventilação e climatização num dos terminais de passageiros.

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

World Architecture Festival 2022

Take a ticket here »