Quatro projetos portugueses finalistas na corrida ao Building of the Year 2020

Categorias: Arquitetura

A Casa A do atelier REM´A, o Centro de interpretação do Românico dos spaceworkers, a Casa Monsaraz e o Atelier Cecílio de Sousa do atelier Aires Mateus, são os quatro edifícios finalistas na corrida ao Edifício do Ano da ArchDaily 2020.

Após uma semana de indicações, os leitores do ArchDaily votaram em mais de 4.000 projetos e selecionaram 5 finalistas em cada categoria do Prémio Building of the Year 2020. Mais de 50.000 arquitetos e entusiastas participaram do processo de indicação, escolhendo projetos dos mais distintos lugares do mundo. Os edifícios finalistas são aqueles que mais inspiraram os leitores do ArchDaily.

Os três ateliers vêm assim os seus projetos finalistas nas respectivas categorias, nomeadamente, o atelier REM´A concorre na categoria “Melhor Produto Aplicado” com o projeto Casa A, já o Centro de interpretação do Românico, do atelier spaceworkers concorre na categoria “Arquitetura Cultural” e o atelier Aires Mateus têm dois projetos finalistas, a Casa Monsaraz na categoria “Casas” e o projeto Atelier Cecílio de Sousa na categoria Arquitetura de Interiores.

A fase final da votação está agora aberta e até ao próximo dia 17 de Fevereiro, vote no seu favorito!

Categoria: Melhor Produto Aplicado –Casa A / REM’A

Categoria: Arquitetura Cultural – Centro de interpretação do Românico / spaceworkers

Categoria: Casas – Casa em Monsaraz / Aires Mateus

Categoria: Arquitetura de Interiores – Atelier Cecílio de Sousa / Aires Mateus

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Isopan

Apresentamos a Esquadria Perfeita

Workshop . Lisboa

Como Vender o Que Não Se Vê