Renovação do Largo do Toural em livro, por Nuno Miguel Borges

Categorias: Arquitetura

Nuno Miguel Borges concebeu e editou um livro pouco habitual sobre um projecto de arquitectura. Durante mais de dois anos trabalhou num álbum sobre a renovação do largo do Toural, alameda de São Dâmaso e rua de Santo António, em Guimarães. A equipa escolhida para o propósito foi a fotógrafa Rita Burmester e o designer gráfico João Faria.

 

 

Em Março de 2010, Nuno Miguel Borges iniciou um projecto pessoal da edição de um livro sobre a obra de renovação do largo do Toural, alameda de São Dâmaso e rua de Santo António, em Guimarães. O objectivo era produzir um registo particular e interessante da intervenção e alteração realizadas nessa zona emblemática da cidade portuguesa património mundial. A liberdade foi total. Todos os autores dos diversos projectos que a renovação envolveu foram entrevistados. Numa linguagem acessível explicaram o que encontraram, as suas ideias, o processo criativo e as decisões tomadas. O presidente da Sociedade Martins Sarmento, António Amaro das Neves, escreveu um texto sobre a história do Toural nos últimos onze séculos.

 

Ao longo de dois anos, Rita Burmester acompanhou as obras e retratou o processo de intervenção neste espaço público. As suas fotografias não só reflectem a modificação do espaço físico ao longo dos meses, mas são também um olhar sobre a vida e os acontecimentos especiais ocorridos ao longo da edificação do projecto de renovação. Os limites estabelecidos por Nuno Miguel Borges no conceito do livro foram mais vastos do que um mero registo de uma obra de arquitectura, o que motivou também o olhar da fotógrafa. A experiência e a sensibilidade adquiridas ao longo de vários anos a fotografar as exposições do Museu de Serralves, instalações e obras de diversos artistas, tornaram Rita Burmester a escolha ideal para captar as imagens imaginadas para o livro. Uma festa popular, outra religiosa, a pedreira de onde saiu o granito para a renovação, a fundição onde a obra artística da Ana Jotta foi forjada, bem como o processo de a dourar a ouro falso, tudo foi registado e incluído no livro obedecendo à ideia inicial de alargar os limites fotográficos do registo.

 

O trabalho gráfico de João Faria resulta num álbum sóbrio mas que não deixa de ser expressivo e com apontamentos quase pop. O design é interveniente na construção da narrativa, que procura deixar que a sequências das fotografias se desenvolva com o mínimo de ruído à sua volta. Em contraponto, sublinhando a estrutura cronológica, o início de cada segmento temporal é sinalizado por uma intervenção gráfica mais notória: as datas surgem num amarelo quente e em grande escala. O conjunto de separadores oferece ao livro um carácter tipográfico informal, elegante e fortemente contemporâneo. A capa conjuga simultaneamente imagem fotográfica e tipografia.

 

A edição tem o apoio da ACA e da Guimarães 2012.

 

O livro vai ser apresentado ao público no próximo dia 30 de Junho às 19 horas, na Sociedade Martins Sarmento, em Guimarães.

 

O livro vai estar à venda em Portugal e no estrangeiro. Pode também ser adquirido em www.nunomiguelborges.com

 

O projecto da renovação do largo do Toural foi escolhido para integrar a selecção da VIII Bienal Ibero-Americana de Arquitectura e Urbanismo, a decorrer em Setembro em Cadiz, Espanha.

 

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?