Ricardo Bak Gordon e José Loureiro distinguidos com prémios AICA 2018

Categorias: arquitectura

O arquiteto Ricardo Bak Gordon e o artista plástico José Loureiro foram distinguidos pelos prémios da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA), atribuídos em conjunto com o Ministério da Cultura.

 

José Loureiro foi premiado pela exposição “A Vocação dos Ácaros”, apresentada no ano passado na Fundação Carmona e Costa, em Lisboa, enquanto Ricardo Bak Gordon foi distinguido pelo conjunto do seu percurso e também pelo modo como “trabalha com os fundamentos da disciplina”, lê-se no comunicado divulgado pelo Ministério da Cultura, no portal do Governo.

 

O júri destacou, no conjunto da obra do arquiteto, o projeto da escola em Romanshorn, na Suíça, e a exposição apresentada em 2018 na Garagem Sul do CCB, com o título “Building Stories/ Histórias Construídas”.

 

Os prémios de Artes Visuais e Arquitetura AICA/ Ministério da Cultura, com o apoio Millenium bcp, são atribuídos anualmente a duas personalidades, da arquitetura e das artes visuais, “cujo percurso profissional seja considerado relevante pela crítica e cujo trabalho tenha estado particularmente em foco no ano” a que o galardão diz respeito, neste caso, 2018.

O Júri dos Prémios AICA 2019 foi presidido pelo arquiteto Ricardo Carvalho, integrando ainda Celso Martins, Paulo Tormenta Pinto, Rui Mendes e Luísa Soares de Oliveira.

No ano passado foram atribuídos os prémios AICA/MC/Millenium bcp 2017 à arquiteta Inês Lobo e à artista plástica Fernanda Fragateiro.

Desde 1981, primeiro ano de atribuição destes prémios, em que foram distinguidos Costa Pinheiro e Álvaro Siza, que a atribuição anual dos Prémios AICA tem o apoio da área governativa da Cultura.

Joaquim Rodrigo, António Dacosta, Júlio Resende, Alberto Carneiro, António Sena, Álvaro Lapa, Jorge Martins, Malangatana, Nikias Skapinakis, Ana Vieira, Júlio Pomar, Cruz-Filipe, Paula Rego, René Bertholo, Helena Almeida , Daniel Blaufuks são alguns dos artistas distinguidos, na área de Artes Visuais, desde 1981.

 

Entre os arquitetos premiados, destacam-se Raul Hestnes Ferreira, Alcino Soutinho, Nuno Teotónio Pereira, Victor de Figueiredo, Manuel Vicente, Gonçalo Byrne, Pedro Ramalho, Manuel Tainha, Carrilho da Graça, Frederico George, Fernando Távora, Eduardo Souto Moura, Pancho (Anâncio) Guedes, Manuel Graça Dias e Egas José Vieira, Daciano da Costa, Ruy d`Athouguia, Paulo David, José Neves.

© Lusa

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Vulcano

O parceiro certo para um apoio total

Tectum PRO

Sistemas Construtivos Cobert