Roca assinala o Dia Mundial da Lavagem das Mãos em parceria com a Fundação We Are Water  

Roca assinala o Dia Mundial da Lavagem das Mãos em parceria com a Fundação We Are Water. Uma higiene adequada com água e sabão evitaria 44% das mortes por doenças diarreicas e 25% das infeções respiratórias agudas, de acordo com a UNICEF.

A Fundação We Are Water está a trabalhar para combater esta situação e já ajudou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo. 

Global Handwashing Day

A crise sanitária provocada pela pandemia realçou a importância da lavagem das mãos como uma das soluções para impedir a propagação do vírus. Esta prática é comum nos países desenvolvidos, embora 40% da população mundial — mais de 2270 milhões de pessoas — não disponha de dispositivos para tal nas suas casas, uma percentagem que sobe para 75% nos estados mais pobres, de acordo com dados da Unicef, que também indicam que esta deficiência afeta bastante as crianças.

Desde que foi fundada, em 2010, a Fundação We Are Water tem ajudado a controlar as doenças transmitidas pela água contaminada e pela falta de saneamento e higiene, contando, para tal, com 83 projetos em 31 países. Estes projetos ajudaram a travar doenças infeciosas como a diarreia e infeções respiratórias entre os seus mais de 3,5 milhões de beneficiários, bem como a parar a propagação do coronavírus, através dos diferentes projetos implementados e relacionados com a prática de uma boa higiene. Para tal, tem promovido instalações sanitárias, poços, nascentes e campanhas de sensibilização. Assim, no próximo dia 15 de outubro, Dia Mundial da Lavagem das Mãos, esta organização sem fins lucrativos quer fazer um apelo à população, explicando que um simples gesto como lavar as mãos com água e sabão pode salvar muitas vidas.

A falta de higiene, juntamente com o consumo de água imprópria para consumo, leva à morte de mais de 800 crianças todos os dias. Uma lavagem das mãos adequada evitaria cerca de 44% das mortes causadas por doenças diarreicas e 25% das infeções respiratórias agudas, que são a principal causa de morte entre crianças menores de cinco anos, em todo o mundo. Por esta razão, em todos os projetos da Fundação We Are Water que visam mitigar os efeitos negativos da falta de recursos hídricos, a instalação de latrinas é realizada em simultâneo com a instalação de lavatórios para a lavagem das mãos, que complementam a função sanitária, proporcionando um espaço higienicamente completo.

Em algumas zonas de África, da América Central, da Ásia e da Oceânia, a falta de instalações para a lavagem das mãos é endémica. Neste sentido, o diretor da Fundação We Are Water, Carlos Garriga, salienta: “A falta de espaços para realizar uma boa higiene não é o único inconveniente em muitas partes do mundo. Na maioria dos casos, é a falta de água e sabão, um problema que em algumas populações é endémico e onde, como salienta a Unicef, muitas pessoas usam cinzas ou areia para a higiene pessoal”.

We Are Water: higiene e saneamento

É, por isto, essencial dar especial atenção às escolas, onde as crianças aprendem sobre a lavagem das mãos e as consequências para a saúde de não fazê-lo.

A Fundação está a promover projetos de saneamento e higiene nas regiões de Matam, Ranérou, Thilogne e Kanel (Senegal), cujos objetivos incluem a introdução de melhorias nos centros de saúde comunitários, e que se espera que tenham um impacto positivo em até 88 000 beneficiários diretos. Com este mesmo objetivo, a entidade trabalha nas áreas de Atsimo Atsinanana e Androy (Madagáscar), para benefício de 4000 pessoas pertencentes a 11 comunidades rurais, das quais 2020 são crianças com menos de 15 anos de idade.

Por sua vez, outros projetos da Fundação We Are Water permitiram a três escolas em Nagekeo (Indonésia) melhorar as instalações de água e os conhecimentos dos estudantes em matéria de higiene e saneamento, com um impacto direto nos professores e estudantes, e indiretamente nas crianças com menos de cinco anos de idade que entrarão nas escolas primárias nos próximos anos.

Através do seu projeto de saneamento e higiene em oito aldeias no distrito de Kurnool, Andhra Pradesh (Índia), a Fundação também conseguiu ter impacto nas crianças em idade escolar em comunidades rurais na Índia.

Impacto positivo na Ucrânia

Uma das principais iniciativas que a Fundação tem levado a cabo este ano, desde o início da guerra, em fevereiro, é o fornecimento de água e saneamento à Ucrânia. Juntamente com a UNICEF, a We Are Water conseguiu angariar 576 777 euros não só para fornecer água potável, mas também para investir em equipamentos de saneamento e de lavagem das mãos nas zonas de refugiados do país.

Além disso, foi realizada uma outra ação, onde se angariaram mais 562 450 euros, para proporcionar um saneamento adequado aos refugiados ucranianos na Roménia e na Moldávia. Esta ação beneficiou direta e indiretamente 48 000 vítimas.

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE