Roca Lisboa Gallery – Agenda Cultural dezembro 2019

Categorias: produtos

// A SUSTENTABILIDADE APLICADA AO PROJETO BIM

06/12  | 18h00 -19h30

Formador: Pedro Santiago, arquiteto e fundador do atelier PSPV Arquitectos, professor na Universidade Fernando Pessoa (cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil) e investigador nas áreas de projeto e construção sustentável, desenho e projeto digital na metodologia BIM e processos paramétricos e generativos.

Co- organização: Infor e Roca

A metodologia BIM (Building Information Modeling) representa neste momento a evolução natural da indústria da construção. A virtualização do edifício através do BIM permite a todos os intervenientes tomar decisões informadas com extrema facilidade, atingindo assim um resultado final mais consciente e com melhor qualidade. A sustentabilidade do nosso ambiente construído é imperativa, e para ser conseguida tem de acompanhar o projeto desde as primeiras etapas de desenho. A partir de casos de estudo, nesta sessão serão apresentados exemplos do recurso ao BIM como ferramenta de análise e de tomada de decisão ao nível do desenho sustentável, com base em dados energéticos e materiais.

Programa:

* A sustentabilidade sob uma visão holística.

* A investigação de soluções sustentáveis desde os primeiros estudos.

* As possíveis soluções para a questão energética e material do edifício.

* A otimização a partir da integração do desenho paramétrico e generativo com o programa BIM.

// Participação gratuita. Inscrição obrigatória AQUI.

 

 

// CICLO DE CONVERSAS SOBRE LISBOA – BAIXA POMBALINA

10/12  | 18h30 – 20h00

Moderador: Pedro Novo, arquiteto

Oradores: A confirmar

Co- organização: Pedro Novo Arquitectos e Roca

Um ciclo de 12 conversas, cada uma dedicada a um bairro de Lisboa. Pensar a arquitetura, as gentes e a diversidade cultural são apenas alguns dos tópicos destas conversas com diferentes convidados ligados a cada bairro.

Nesta sessão vamos falar sobre a Baixa Pombalina numa perspetiva social, histórica e arquitetónica.

A Baixa Pombalina foi edificada por ordem do Marquês de Pombal, na sequência do terramoto de 1755. Caracteriza-se pelas suas ruas retas e perpendiculares e pela monumentalidade dos seus edifícios, representativos de uma nova ordem social que valoriza a classe comerciante e financeira. Ao nível do edificado é um dos primeiros exemplos de construção antissísmica, com fundações abaixo do nível freático e uma estrutura interior de madeira, designada como “Gaiola Pombalina”, que foi projetada para distribuir as forças sísmicas. Outra notável inovação foi a construção da primeira verdadeira rede de esgotos domésticos, dando para coletores subterrâneos sob as ruas.

// Participação gratuita. Inscrição obrigatória AQUI.

 

 

// ESPAÇO PARA ARQUITETAS – 8ª SESSÃO

12/12  | 18h30 – 20h00

Moderadora: Patrícia Santos Pedrosa, arquiteta e presidente da Associação Mulheres na Arquitectura

Oradora: Désirée Pedro, arquiteta, professora e investigadora

Co- organização: Associação Mulheres na Arquitectura e Roca

“Espaços para arquitetas” é um ciclo de conversas organizado pela Roca e pela Associação Mulheres na Arquitectura para falar sobre a situação das mulheres no âmbito da arquitetura. Nesta 8.ª sessão serão apresentados projetos arquitetónicos e de investigação desenvolvidos pela arquiteta Désirée Pedro.

Licenciada em Arquitetura pela FAUP em 1996, Désirée Pedro funda nesse ano o atelier de arquitetura “Atelier do Corvo” com o arquiteto Carlos Antunes.  Leciona desde 2008 na Escola Superior de Arte e Design (ESAD), Matosinhos, e desde 2013 no Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra (DARQ). É membro da Direção do Círculo de Artes Plásticas de Coimbra e doutoranda em Arte Contemporânea no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, desenvolvendo o projeto de investigação “Sobre Exposições. Desenhos e histórias de um percurso”.

// Participação gratuita: Inscrição obrigatória AQUI.

 

 

// À CONVERSA COM FERNANDO GUERRA

14/12  | 11h00 – 12h30

Oradores:

* Fernando Guerra, arquiteto, fotógrafo de arquitetura e fundador do estúdio FG+SG Photography

* Andreia Garcia, arquiteta, curadora, investigadora, professora e fundadora do atelier Andreia Garcia Architectural Affairs

Co- organização: FG+SG Photography e Roca

Foi entre Portugal e Macau que Fernando Guerra viveu, desenhou e construiu os primeiros passos no encontro com a sua forma de (re)criar, (re)ver e (re)viver o seu lugar na arquitetura. Foi mais precisamente no seu olhar “voado” pelo mundo que o arquiteto-fotógrafo encontrou o seu próprio campo arquitetónico – foi em viagem que promoveu o discurso mais íntimo com um mundo que lhe permite definir hoje um processo, uma linguagem e uma obra únicos. No dia 14 de dezembro, aquele que é hoje um dos nomes incontornáveis da fotografia de arquitetura mundial estará à conversa com a curadora da exposição, a arquiteta Andreia Garcia.

//Participação gratuita. Inscrições em breve.

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Vulcano

O parceiro certo para um apoio total

MOON

A única placa de comando em cerâmica.