Projeto para antigo hospital Miguel Bombarda prevê habitação, escola e equipamentos culturais

Categorias: Arquitetura

O vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa afirmou que a Estamo vai efectuar um pedido de informação prévia em Abril para reabilitar o antigo hospital psiquiátrico Miguel Bombarda, que deverá ter uma escola, habitação e equipamentos culturais.

Ricardo Veludo (independente, eleito pelo PS), respondia à presidente da Junta de Freguesia de Arroios, Margarida Martins, na sessão plenária da Assembleia Municipal de Lisboa (AML), que decorreu por videoconferência.

Ricardo Veludo esclareceu que o projecto untegra “um complexo escolar do 1.º ao 3.º ciclo, infância, com também equipamentos culturais, oferta de espaços públicos e estacionamento”.

 

Habitação de Renda Acessível

“A melhor informação que temos é uma previsão de que o fundo Estamo [empresa imobiliária do Estado], a entidade que está a desenvolver esta operação urbanística, irá entregar no mês de Abril do corrente ano uma proposta de pedido de informação prévia sobre a viabilidade de operação urbanística naquele local”, precisou O Vereador do Urbanismo de Lisboa.

O autarca avançou que, posteriormente, a Câmara de Lisboa fará uma apresentação do projceto à junta de freguesia de Arroios e à assembleia de freguesia.

“Também será montada uma exposição no espaço público sobre a intervenção que se pretende desenvolver”, acrescentou.

Segundo o vereador do Urbanismo serão ainda “organizadas visitas guiadas ao interior das instalações para explicar como é que vai ser feita a salvaguarda e valorização do património e que tipo de intervenção se vai desenvolver também no âmbito do programa funcional para ali previsto”.

“E também haverá, como temos feito agora mais recentemente, sessões de apresentação pública do projecto, para permitir um esclarecimento directo às questões dos cidadãos e depois fazermos a devida ponderação e levarmos uma proposta final a reunião de Câmara”, indicou.

Recorde-se que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou, em Julho de 2019, o diploma do Governo que aprova o Plano de Reabilitação de Património Público para Arrendamento Acessível, determinando a afectação de 50 imóveis do Estado sem utilização para arrendamento habitacional a custos acessíveis, entre os quais o antigo hospital Miguel Bombarda.

© Lusa/DI

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Webinars Leca®

Inscreva-se!

Free live webinar

V-Ray for Rhino