Sede da Polopiqué ganha prémio de arquitectura

Categorias: Arquitetura

A adaptação das construções em pedra da antiga Quinta de Vilar para acolher a sede da Polopiqué foi premiada pela revista inglesa APR, que todos os anos avalia projectos de todo o mundo. Distinguido com o segundo prémio na categoria Urban Design & Arquitectural Design, o projecto do gabinete FGAR – Arquitetura, de Guimarães, aproveitou os antigos edifícios de habitação e anexos destinados à lavoura, unindo-os entre si e transformando-os em modernas e depuradas estruturas que acolhem as várias áreas da sede do grupo industrial que é um dos líderes do têxtil e vestuário.

A memória descritiva do projecto destaca que a casa e demais construções, edificadas em meados da década de 40 e início de 50, continuam a contrastar acentuadamente na sua envolvente pelo seu desenho depurado e austero e pela sua imagem rural inserida num contexto industrial.

Naquele que era o edifício habitacional localiza-se a recepção enquanto o edifício administrativo, num piso superior, está na área da antiga adega. O piso inferior é constituído por duas áreas distintas: uma que se desenvolve em open space como zona de trabalho para colaboradores e outra que se apresenta como um espaço polivalente e para apresentação de produtos.

É a nascente do piso superior da recepção que está o edifício comercial, na antiga corte dos animais. Organizado em três áreas de trabalho em open spacee vocacionado para a equipa de comerciais e de designers. Já o piso inferior divide-se igualmente em três áreas de trabalho direccionadas para o desenvolvimento do produto, três salas de reuniões de atendimento a fornecedores e três salas de reuniões para clientes. Existe ainda um pátio exterior ajardinado e uma área pensada o para o momento de pausa dos colaboradores, no antigo espigueiro.

Veja aqui o projeto.

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE