Teatro Jordão e Garagem Avenida em Guimarães entre os candidatos ao Prémio de Melhor Reabilitação Urbana

Categorias: Arquitetura

O Teatro Jordão e Garagem Avenida situado no centro de Guimarães está entre os candidatos ao Prémio de Melhor Reabilitação Urbana 2022.

O Teatro Jordão é um edifício magnífico, construído nos anos 30, e que ganhou uma nova vida depois de concluída a sua reabilitação em novembro de 2021.

Trata-se de uma promoção da Câmara Municipal de Guimarães e que contou com a experiência das construtoras Costeira – Engenharia e Construção e NVE Engenharia, que uniram forças para concretizar este programa de reabilitação que incluiu também a reabilitação do edifício da “Auto Garagem Avenida”. As construtoras contaram ainda com o apoio do atelier Pitágoras Group, responsável pelo projeto de reabilitação.

O projeto de recuperação dos edifícios resultou de um investimento de 12 milhões de euros, com o apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) em cerca de 10 milhões de euros. Nos edifícios requalificados, vai funcionar a Escola de Artes Performativas e Artes Visuais da Universidade do Minho, bem como a Escola de Música do Conservatório de Guimarães.

Reavivam-se memórias e projeta-se o futuro em Guimarães, no dia em que o Teatro Jordão voltou a abrir as suas portas. Aqui, nasce a nova geração das artes, assente num projeto de memória e futuro, concretizado no sentido da preservação do património, no âmbito da reabilitação e da reconversão do edifício do Teatro Jordão e da Auto Garagem Avenida.

Quatro edifícios, com funções distintas:

“Edifício Jordão” – Auditório Teatro Jordão, Escola de Teatro e Artes Performativas, Escola de Música, e Salas de Ensaio de Bandas de Garagem, equipamento pré-existente que retoma o seu funcionamento. Desenvolve-se em cinco pisos.

“Garagem Avenida” – Escola de Artes Visuais, distribuída por quatro pisos, que disponibiliza espaços para atelier, salas de projeto e desenho, espaços administrativos, sala de apoio a docentes e galeria de exposições.

Dois edifícios novos, um deles permitindo melhorar as condições de acesso às diversas valências e a segurança interna dos utentes e outro que completa as instalações da Escola de Artes Visuais, criando uma praceta interior.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana tem o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Geral do Património Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura. Esta é uma iniciativa à qual a SECIL se associa de forma ampla e que reúne um vasto apoio do setor empresarial, institucional e da sociedade civil.

 

Fernanda Cerqueira Vida Imobiliária/ CMGuimarães

Fotografias © DR

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?