Apartamento – Ilha dos Amores

Apartamento – Ilha dos Amores – Localizado no Parque das Nações num edifício do ano 2000, este apartamento caracterizava-se essencialmente pela sua vista privilegiada sobre o Tejo e a luz natural generosa que praticamente todas as divisões recebem, resultado de se situar no quinto andar do prédio.

A intervenção passou essencialmente pelo reorganizar dos espaços, separando claramente a zona social da zona privada. Esta nova disposição consegue-se com a mudança da cozinha para a frente sul de forma a articular com a sala de estar e refeições.

O apartamento fica assim com uma entrada franca para a zona social, zona esta toda aberta mas que é desenhada de forma a entender-se claramente a zona de cozinha e zona de sala. A cozinha beneficia de uma bancada generosa de trabalho e uma ilha de apoio. Toda esta zona fica com uma relação privilegiada com a vista e com o terraço existente, sendo o terraço um prolongamento de toda a zona social.

Na zona privada ficamos com uma suite, um quarto e um escritório. Esta zona é enriquecida com as carpintarias à medida, com a remodelação total das instalações sanitárias e com o acrescento de uma casa de banho social onde a zona de lavatório é colocada na antecâmara do escritório.

A área de circulação é pontuada com a criação de um óculo que faz a ligação visual entre as duas zonas da casa e trás iluminação natural ao hall de entrada, um apontamento que trás identidade ao apartamento.

No que toca à materialidade o apartamento originalmente caracterizava-se por uma mistura de vários materiais, principalmente no que tocava aos pavimentos, onde podíamos encontrar taco de madeira, granito, mármore e pavimento cerâmico, esta característica partia o espaço e dava-nos a sensação de um apartamento mais pequeno. A intervenção tentou regularizar esta situação uniformizando a materialidade, desta forma temos pavimento em régua de madeira em todos os espaços com exceção das casas de banho e temos a pedra mármore Estremoz como protagonista da cozinha e instalações sanitárias. As paredes e carpintarias são pintadas a branco linho que para além da luminosidade que trazem ao espaço, também fazem a madeira e a pedra sobressaírem. É por isto a harmonia entre a madeira e a pedra Estremoz que marca o ambiente desta habitação.

O desafio deste projeto passou essencialmente por em obra colocar a cozinha numa localização completamente nova, onde todas as infraestruturas tiveram que ser feitas de novo consoante esta nova disposição.

 

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Apartamento – Ilha dos Amores

Cliente

Privado

Localização

Rua Ilha dos Amores – Parque das Nações, Lisboa, Portugal

Arquitetura

Cidade Branco Arquitectos

Equipa

Mariana Cidade; Ricardo Branco

Construtora

Cimeira, Indústria e Comércio de Construção Civil, lda

Fotografias

David Pereira

Ano

2019/2020

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE