Apartamento Santos Pousada

O Apartamento de Santos Pousada está integrado no último piso de um edifício de habitação colectiva, desenhado pelos Arquitectos Arménio Losa e Cassiano Barbosa, construído em 1956 como prédio de rendimento. Originalmente planeado como a cobertura colectiva do edifício, o piso foi alterado durante a construção original para acomodar dois apartamentos simétricos, repetindo o esquema dos pisos inferiores. Esta adaptação programática é responsável pelas características formais mais singulares do apartamento, os elementos estruturais de betão armado expostos e a dimensão dos vãos exteriores que correspondem a 55% da superfície de fachada.

O objectivo da intervenção é a modernização do apartamento original, um T3 com 80m2 de área bruta, num T2 para um jovem casal com um filho, um cão, escritório e biblioteca, aumentando o conforto, eficiência energética e renovando todas as infraestruturas sem comprometer a linguagem moderna do projecto original.

A estratégia de projecto consiste em definir um espaço central agregador dos usos do apartamento que a família ocupa durante a maior parte do dia, aumentando a sua área através da demolição de paredes interiores. Neste espaço localiza-se a sala de estar, de jantar, biblioteca e escritório. A organização dos vários espaços é estruturada através de elementos de carpintaria de três tipos, elementos soltos no espaço, complanares com os planos verticais e divisórias que em alguns casos substituem paredes entre divisões distintas. Os restantes espaços assumem um carácter secundário de apoio à zona comum, com as suas áreas reduzidas ao mínimo e paredes compostas por elementos de carpintaria que permitem optimizar o espaço para equipamentos técnicos e arrumação.

Os materiais escolhidos são maioritariamente definidos pelo projecto original, são recuperados os pavimentos originais em madeira e os vãos interiores não demolidos, os pavimentos de marmorite existentes são substituídos por novos que se prolongam como lambrins nas paredes que mantêm o acabamento rebocado. Os elementos de carpintaria em madeira natural recuperam o mogno da carpintaria original e os preenchimentos de platex esmaltado são substituídos por valchromat envernizado ou mdf lacado. As cores escuras da carpintaria equilibram a luminosidade natural do espaço introduzida pelos grandes vãos exteriores

O peso que a carpintaria assume nos vários espaços através de grandes planos texturados permite anular o carácter de “apartamento de rendimento” com que foi concebido há 65 anos e assumir a sua transformação para habitação permanente e contentor das idiossincrasias dos seus habitantes.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Apartamento Santos Pousada

Localização
Porto, Portugal

Cliente
Privado

Arquitetura
Hinterland Architecture Studio

Arquitetos Responsáveis
Filipa Figueira and Tiago Vieira

Fotografias

Ivo Tavares Studio

Video
Building Pictures

Área total construída
80m2

Data
2021

FOTOGRAFADO POR
VÍDEOS
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Formação Online UNREAL 5 para ARCHVIZ

Setembro de 2021 | Online