Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas

Categorias: Museus

Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas busca unir diferentes escalas e tempo de suas partes.

É um projeto transdisciplinar cuja missão é divulgar, criar e produzir cultura emergente: um espaço de troca e de interface para as pessoas, conhecimento e eventos.

O projeto mantém o caráter industrial do todo e destaca o diálogo entre um edifício existente (antiga fábrica de álcool / tabaco) e a nova construção (centro de artes e cultura, instalações de armazenamento, salão multiuso / artes performáticas, laboratórios, estúdios de arte).

O projeto não exagera nas diferenças entre os antigos e novos edifícios. Pelo contrário, procura unir as diferentes escalas e memórias de suas partes em toda uma manipulação pictórica da forma e materialidade dos edifícios – as construções existentes são marcadas pela alvenaria de pedra vulcânica e os novos edifícios são caracterizados por uma forma abstrata, sem referência ou alusão a qualquer linguagem. Construído em concreto com inertes de basalto local, trabalha continuamente com a variação de texturas e rugosidade das superfícies, complementando a massa dos edifícios com o vazio dos pátios.

O projeto tem um compromisso com a qualidade do que existe, mostrando as variações tipológicas – novos edifícios são colocados ao lado dos já existentes, de forma serena – sublinhando a memória arquitetônica de um determinado período e uma adição, que não danifica, nem subverte, as estruturas construtivas do todo. O contexto e a contiguidade contribuem para a autonomia do objeto.

O novo programa reinventa o edifício existente, tornando-se um espaço significativo numa região periférica no meio do Oceano Atlântico.

Os aspectos do desempenho sustentável dos edifícios foram abordados através de sua materialidade (estruturas, infraestruturas) e a absorção do conhecimento artesanal existente enriquecido pela forma atemporal do edifício. As medidas sustentáveis adotadas são sistemas passivos que buscam proporcionar conforto para os usuários: a densidade das paredes de concreto oferecem inércia e eficiência energética; a água da chuva é reaproveitada.

O Arquipélago adiciona um significado para o contexto social e cultural nos quais está construído. Um novo espaço público se materializa em uma praça / pátio central, onde a arte se sente confortável e borra as fronteiras entre as esferas públicas e privadas, de lazer e de trabalho, arte e vida.

O Arquipélago adquire sua identidade pela variação tranquila entre a preexistência e os dois novos edifícios. A estratégia de contenção das instalações de aplicação aumenta a eficiência espacial e funcionalidade hierárquica das diferentes áreas do complexo da fábrica existente. Os novos edifícios absorvem as funcionalidades requeridas, com condições especiais, não compatíveis com a espacialidade dos edifícios pré-existentes.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas

Cliente

Direcção Regional de Cultura dos Açores (DRaC)

Localização
Ribeira Grande, São Miguel, Açores, Portugal

Arquitetos
Menos é Mais Arquitectos, João Mendes Ribeiro 

Autores
Francisco Vieira de Campos, Cristina Guedes, João Mendes Ribeiro

Equipe de Projeto
Cristina Maximino, João Pontes, Luís Campos, Ana Leite Fernandes, Mariana Sendas, Pedro Costa, Inês Ferreira, João Fernandes (Menos é Mais Arquitectos Associados, Lda); Catarina Fortuna, Ana Cerqueira, Ana Rita Martins, António Ferreira da Silva, Cláudia Santos, Joana Figueiredo, João Branco (João Mendes Ribeiro Arquitecto, Lda) 

Coordenação
Adalgisa Lopes, Jorge Teixeira Dias 

Área
12.914 m² (9.736 m² edifícios + 3.178 m² espaços exteriores)

Ano do projeto
2014

Engenharia Estrutural
Hipólito Sousa, Jerónimo Botelho, Pedro Pinto (SOPSEC,SA) 

Instalações Elétricas
Raul Serafim, Hélder Ferreira (Raul Serafim & Associados, Lda) 

Segurança e Consultoria de Incêndios
Maria da Luz Santiago (Raul Serafim & Associados, Lda) 

Instalações Mecânicas
Raul Bessa, Ricardo Carreto (GET, Lda.)

Instalações Hidráulicas
Diogo Leite, Filipe Freitas, Jorge Rocha (SOPSEC,SA)

Instalações de Gás
José Pinto (SOPSEC,SA) 

Acústica
Rui Calejo, Eduarda Silva, Filomena Macedo (SOPSEC,SA)

Termal 
André Apolinário (SOPSEC,SA)

Paisagismo
Ana Barroco, Rui Figueiredo (Quaternaire)

Consultoria – Mecânica do palco
João Aidos 

Consultoria do Programa
Elisa Babo (Quaternaire), Miguel Von Haff Pérez, Marta Almeida

Consultoria – Conservação e restauração 
Gabriella Casella (Cariátides) 

Fotografias
José Campos 
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

3DHR Multimédia

Desenvolvemos projetos em 3D para arquitetura e design interiores

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?