Capela Joá

Capela Joá – O desejo de “síntese” norteou a concepção do projeto, que nasce da vontade de permitir ao visitante alcançar um espaço antes inacessível. Em meio às copas das árvores, a experiência de contato com a natureza é intensificada. A espacialidade da Capela surge da articulação entre os elementos estruturais da plataforma que se projeta em direção ao mar.

O deque triangular é estruturado por vigas metálicas apoiadas no nível de acesso e no pilar que nasce no nível mais baixo do terreno. Sobre essa estrutura apoiam-se pórticos de madeira laminada que crescem em altura na medida em que a planta triangular avança. Do interior da Capela, é possível perceber a floresta nos intervalos da sequência ritmada de pórticos. Panos de vidro revestem a estrutura de madeira protegendo-a dos efeitos climáticos ao mesmo tempo em que refletem as árvores. O pilar metálico que sustenta um dos vértices da plataforma transforma-se na cruz que surge emoldurada junto à paisagem.

O processo sistematizado de montagem das peças estruturais possibilitou o cumprimento do curto prazo estipulado pelo cliente.

A Capela Joá é um templo cuja simplicidade perpassa sua materialidade e soluções construtivas. A síntese é alcançada na medida em que os elementos estruturais adquirem, sob outra ótica, funções plásticas e simbólicas.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Capela Joá

Localização
Rio de Janeiro, Brasil

Arquitetura
Bernardes Arquitetura

Interiores
Bernardes Arquitetura

Equipa
Thiago Bernardes (diretor criativo), Camila Tariki, Francisco Abreu, Ilana Daylac, Daniel Vannucchi, Thiago Moretti, Antonia Bernardes, Fernanda Lopes, Maria Vittoria Oliveira, Ana Paula Endo, Renata Evaristo, Caroline Premoli

Ar Condicionado
Air Point

Construtora
Construviva

Projeto Estrutural em Madeira
Ita Construtora

Projeto Estrutural Estrutura Metálica
Engenheiro João Gabriel Silva Freire

Luminotécnica
Wall Lamps

Fotografias
Tuca Reinés

Fornecedores
Estrutura de madeira: Ita Construtora
Vidros: SJL
Manta de impermeabilização: Alwitra
Mobiliário: Marcenaria Baraúna (bancos)

Área Construída
43 m²

Ano do Projeto
2014

Prémios
Architizer A+Award 2015: Vencedor na categoria “Religious Buildings” – escolha do júri
Prêmio Ebramem/WWF de Arquitetura em Madeira 2016: Menção Honrosa

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?  

World Architecture Festival 2022

Take a ticket here »