Casa ABK

Casa ABK – A casa original, projetada pelo arquiteto modernista Sergio Bernardes em 1960, foi encontrada em estado precário. Como muitos de seus trabalhos, a casa foi originalmente projetada para permitir que a maior parte de seus sistemas de controle ambiental seja feita passivamente usando colchões de ar entre as superfícies do telhado e do teto, brises móveis, entre outros. No entanto, grande parte de suas características espaciais e materiais originais foram removidas em função de substituições descuidadas ou adição de certos elementos.

A renovação visou recuperar as características originais da casa enquanto atualizava seus espaços, infraestrutura e desempenho energético. As áreas íntimas da casa também foram ampliadas para acomodar as necessidades dos novos moradores. Todos os elementos de madeira, desde a escadaria de acesso aos brise-soleils, bem como seus componentes mecânicos, foram restaurados ao seu estado original e tornaram-se totalmente funcionais novamente.

A estrutura e o fechamento da casa são rigorosamente modulados e construídos com componentes de concreto pré-fabricados, alguns dos quais foram severamente danificados. O teto, por exemplo, era composto por calhas de concreto que serviam de estrutura e elementos impermeabilizantes, apresentando numerosos pontos de vazamento e altas taxas de transmissão térmica. Para atualizá-lo e obter melhores índices de isolamento térmico, foi substituído por uma placa isolante de concreto separada do teto, recriando o espaço ventilado original entre elas. A estrutura de pé-direito duplo do telhado da varanda também havia sido coberta com lajes de concreto, que foram substituídas por toldos retráteis e translúcidos que permitem que a área fique totalmente ao ar livre e deixe a luz solar atingir o interior da casa com mais intensidade. A piscina foi devolvida à sua localização original ao longo da parede de pedra do local e agora integra a varanda. A infraestrutura de climatização e instalações elétricas e hidráulicas da casa foi totalmente substituída por novos equipamentos que reduzem o consumo de energia e água.

A área total construída da casa (após a renovação) é de 560 m². Sua estrutura de concreto original, originalmente coberta de madeira, agora é coberta com pintura cinza isostática em folhas de alumínio. Componentes especiais de madeira e mecânicos do projeto original (brises-soleils e escadas de serviço) foram totalmente restaurados. Todo o piso das áreas sociais da casa é feito de granito cinza local, que se estende do interior para todas as áreas ao ar livre e piscina. As áreas íntimas (quartos) são cobertas com pedaços de 0,15x2m de madeira cumaru. O telhado de concreto existente, feito de painéis de concreto pré-fabricados, foi substituído por um telhado isolamento termoacústico para melhorar a impermeabilização e o desempenho térmico. Seu sistema de climatização articula as unidades split e convencional, respectivamente, para as áreas social e dormitório.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Casa ABK 🔗

 

Localização

Rio de Janeiro, Brasil

 

Arquitetura

Bernardes Arquitetura 🔗

 

Interiores

Bernardes Arquitetura

 

Equipe

Thiago Bernardes, Camila Tariki, Francisco Abreu, Antonia Bernardes, Renata Evaristo, Caroline Premoli, Victor Campos, Bruno Magalhães, Thais Villar

 

Ar Condicionado

Arkmais Engenharia

 

Construtora

Osborne Construtora

 

Instalações Elétricas e Hidráulicas

Eficientta

 

Instalações Especiais

Imperiano

 

Piscina

Aqualar

 

Projeto Estrutural

Márcio Pompei

 

Projeto de Irrigação

Irrigart

 

Paisagismo

Arteiro

 

Luminotécnica

Lightworks

 

Fotos

Leonardo Finotti 🔗

 

Área Construída

570 m²

 

Data do projeto

2018

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?  

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.