Casa Âmago

No centro histórico da vila de Ansião, num terreno com pouco declive, surge a Casa Âmago. O terreno tinha duas pequenas habitações, em estado de ruína e sem qualidade arquitetónica, como tal a intenção de as reabilitar não foi uma opção. No entanto, não seria congruente com a envolvente, desenhar uma casa contemporânea sem qualquer relação com os edifícios confinantes. Assim, o primeiro contato visual com esta casa não anuncia o que está para lá do muro e do portão.

Uma casa de um piso apenas, com um grande pátio central que é o mote para o desenvolvimento e organização de todos os espaços. Âmago significa medula, centro, meio, foco e ponto essencial, e este pátio central funciona como o ponto essencial da casa.

A entrada principal localiza-se a nascente, seja ela pedonal ou automóvel, o hall de entrada leva diretamente à zona social, sala de estar, cozinha e churrasqueira. Neste eixo localizam-se as zonas técnicas e de serviços, como o ginásio, o escritório, a lavandaria, uma instalação sanitária de serviço, e a despensa. Todos estes espaços dão para um pátio a Norte, o que permite iluminação natural e ventilação. A zona social, virada a poente para um jardim, permite usufruir da luz natural à tarde e ao fim do dia, altura em que é mais usual as pessoas usufruírem da casa. A churrasqueira é um espaço essencial nesta casa, privilegiando o convívio social entre amigos.

Na sala de estar existe um móvel desenhado especificamente para aquele espaço, e que esconde a zona privativa, o que permite salvaguardar a privacidade dos utilizadores. Dois dos quartos e a suite encontram-se virados a poente para o jardim. O terceiro quarto, a instalação sanitária comum e instalação sanitária privativa encontram-se virados a nascente para o grande pátio central. Ambas as instalações sanitárias da zona privativa têm um pátio, o que permite luz natural e um espaço mais agradável.

A casa tem um traçado ortogonal na sua organização, o que contrapõe com o traçado orgânico da laje de cobertura em betão armado, com pátios circulares. A presença da madeira em grande parte dos espaços da Casa Âmago, prende-se com a intenção de tornar esta casa um espaço único e íntimo, ao redor do ponto essencial que é o pátio central.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

PROJETO
Casa Âmago

CLIENTES
Bruno Dias e Fernanda Santos

LOCALIZAÇÃO
Rua Almirante Gago Coutinho, nº 158, Ansião, Portugal

ARQUITETURA
Bruno Dias Arquitectura

EQUIPA DE PROJETO
Bruno Lucas Dias
Tânia Matias
Cristiana Henriques

EMPRESA DE CONSTRUÇÃO
Montoconfra

ELETRICIDADE / CANALIZAÇÃO
Canalizações Alvorgense

CARPINTARIAS
MCJADuarte

PAVIMENTOS
Paumarc

REVESTIMENTOS
Carlos Silva e Miguel Ferreira

ALUMINIOS
Jolusilva

FOTOGRAFIA
Hugo Santos Silva

ÁREA
765,00 m²

ANO PROJETO
2018

ANO CONSTRUÇÃO
2022

PDFS
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?