Casa Asa

Situada no topo de uma montanha onde havia uma propriedade preexistente, a Casa Asa reconstruiu inteiramente a relação entre terreno e edifício. A casa cria uma relação “harmoniosamente contrastante” entre paisagem e arquitetura através da articulação de espaços parcialmente subterrâneos e volumes transparentes emergentes. A topografia do local foi projetada para maximizar o uso de superfícies semi-planas existentes como áreas de convivência ao ar livre, ao mesmo tempo em que se encaixam os principais elementos funcionais, de circulação e de estabilização do solo entre as paredes de retenção. Todo o acesso à casa – de visitantes a funcionários – é feito através deste “embasamento topográfico”, que lentamente revela a paisagem circundante através de passagens sinuosas adaptadas à topografia original.

A distribuição de todas as áreas técnicas e de serviços também é feita através do embasamento, incluindo HVAC, estacionamento, lavanderia, entre outros, o que permite que todos os sistemas sejam controlados centralmente e constantemente monitorados quanto à eficiência. Ele também acomoda algumas comodidades ligadas a atividades ao ar livre, como academia e sauna. As principais áreas sociais e de estar da casa ficam no topo deste pedestal, em um volume feito de vidro e granito, que se assemelha a um pavilhão, visto do jardim. Seu teto fino e curvo (a “asa”) se estende muito além de seus limites, fornecendo proteção ambiental importante para as áreas de estar e jantar. Seus grandes painéis de vidro deslizam inteiramente dentro das paredes que cobrem o volume sob a “asa”, permitindo que os espaços internos sejam completamente abertos para o exterior e se tornem uma ampla varanda.

Os painéis de vidro são equipados com películas automatizadas que rolam para baixo para controlar a luz natural e a temperatura. As paredes de madeira que cobrem cada borda deste volume incluem mais espaços privados, um home office e uma cozinha. A seção privada da casa, onde os quartos e suítes estão localizados, está alojada em um volume de granito perpendicular à “asa”. Sua fachada de granito e janelas menores proporcionam uma vista mais íntima para o jardim, protegendo a privacidade dos quartos. Uma unidade separada que se conecta à casa principal através do jardim foi projetada para ser um anexo de hóspedes e uma área de jantar coberta, equipada com uma pequena cozinha e uma churrasqueira.

A casa tem uma área total construída de 3000 m². As paredes externas do embasamento foram construídas com concreto pigmentado. O volume superior é feito com estrutura de aço galvanizado com revestimento de drywall coberto com madeira “freijó” e “cumaru”, árvores nativas do Brasil. O teto curvo é composto por mesa de aço e lajes de concreto com impermeabilização feita sobre filme termomoldado. O revestimento interior é feito com peças “cumaru” de 0,3x3m, enquanto as áreas exteriores são revestidas em basaltite. As áreas sociais da casa são cercadas por grandes painéis deslizantes feitos de vidro laminado de 18 mm em perfis de alumínio minimalistas. Todas as infraestruturas de HVAC e instalações elétricas e mecânicas são monitoradas centralmente quanto ao desempenho e são distribuídas por toda a periferia do embasamento de concreto, permitindo fácil acesso à manutenção, escondido de residentes e visitantes. Os jardins foram projetados com o uso de plantas nativas típicas da Mata Atlântica. O anexo de hóspedes e áreas privadas são cobertos com placas de granito sobre estrutura metálica.

A Casa Asa estabelece uma relação única com o terreno, que impulsiona sua beleza sublime e delicada. Sistemas técnicos e estruturais velados permitem que a casa expresse sua delicada transparência e conexão com a natureza com o mínimo de interferência, enquanto suas instalações aplicam as tecnologias mais atualizadas e eficientes em termos de energia. A casa é um exemplo único da interação entre um conceito espacial altamente abstrato com sistemas infraestruturais complexos.

 

 

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Casa Asa 🔗

Localização

Rio de Janeiro, RJ

Arquitetura

Bernardes Arquitetura 🔗

Interiores

Bernardes Arquitetura

Equipe

Thiago Bernardes, Camila Tariki, Antonia Bernardes, Francisco Abreu, Ilana Daylac, Paulo Martins, Victor Campos, Thiago Moretti, Bruno Magalhães, Fabiana Porto, Daniel Vannucchi, Juliana Biancardine, Renata Evaristo, Alberto Botafogo

 

Ar Condicionado: Greenwatt

Acústica: GOP

Automação: Noise

Construtora: CMN Engenharia

Gerenciamento: Mauricio Bouças

Instalações Elétricas e Hidráulicas: Eficienta

Projeto e Instalação da Piscina: Aqualar

Projeto Estrutural em Concreto: Gilberto do Valle

Consultor Concreto: GR Consultoria

Contenções: Monfort

Paisagismo: Isabel Duprat 

Luminotécnica: Studio Iluz

 

Fotografias

Fernando Guerra

 

Área do Terreno

55.876 m²

 

Área Construída

3.385 m²

 

Início do Projeto

2012

 

Conclusão Construção

2018

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.