Casa Botte

Categorias: Unifamiliar

O programa definia a construção de uma habitação do tipo unifamiliar num terreno onde existia uma velha casa paroquial à face de uma estreita rua, deixando atrás uma grande área com algumas árvores de fruto.

Primeiro as árvores, depois o habitar e mais tarde a invulgar apropriação e exigências do espaço para um padre culto e determinado, foram as motivações do desenho para esta solução. Não há lugar para a representação, nem se desenvolve aqui qualquer “axis mundi”, estruturam-se apenas pensamentos sobre o passado e o futuro, ordenam-se e recriam-se os velhos e novos sonhos dos modos de habitar, onde a privacidade e o conforto, a opacidade e a transparência, a horizontalidade e a verticalidade, o exterior e o interior, a sombra e a luz, pudessem dialogar.

Dois volumes sobrepostos definem as regras da casa, os eixos cardus e decumanus, são os organizadores da vivência e da emoção que necessita o habitar no interior. No exterior, os volumes possuem formas geométricas puras, sem janelas “onde não se vem ver a paisagem”, estabelecem um jogo onde a regra é apenas e, tão só, a surpresa sobre uma ideia de habitar que se propõe e se pretende estimular.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Casa Botte

 

Localização

Nogueira da Regedoura, Santa Maria da Feira, Portugal

 

Cliente

Padre Gonçalo Botte

 

Arquitetura

CNLL

 

Arquitetura – Coordenação

Nuno Lacerda Lopes

 

Arquitetura – Colaboração

CNLL, Augusto Rachão, Ana Viana, Maria João Venâncio

 

 

Área do Lote

1.765 m2

 

Área de Construção

338.0 m²

 

Ano do projeto

2003

 

Fotografias

Marcos Oliveira

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?