Casa da Maternidade

Categorias: Unifamiliar

Maternidade é uma habitação unifamiliar desenvolvida a partir da recuperação da casa do séc. XIX. Um exemplo directamente condicionado por um contexto de preexistência, apesar do seu baixo valor patrimonial no interior. Adaptada às necessidades contemporâneas, a intervenção respeita a sua escala interior e base tipológica. 

Conceptualmente reinterpreta o núcleo do modelo portuense, reconhecendo a importância da luz. A ausência de uma claraboia expressiva é o ponto de partida. Uma nova escala é definida no núcleo das escadas, sucedendo-se os espaços num percurso vertical, resultando novos enfiamentos visuais e diferentes relações entre pisos.
O edifício é uma típica construção do final do século 19 do Porto. Ele está localizado em uma das maiores quadras da cidade, definida por grandes jardins em seu interior, uma mansão burguesa e uma maternidade do início do século passado. 
A intervenção procura adaptar uma típica tipologia portuense a rotinas e exigências contemporâneas. Isto é conseguido através de um exercício de depuração, desenvolvendo sobretudo o  núcleo de escadas, com o objectivo de desenhar um elemento unificador que relacionasse todos os espaços. 
As escadas e a sua luz eram um tema recorrente neste tipo de habitação tão longa e estreita. Os quartos respeitam a sua escala original, e um terceiro piso é introduzido seguindo o perfil do quarteirão. O piso térreo é o piso social, reunindo garagem, cozinha e sala de estar, relacionando-os com o jardim presente no interior do quarteirão. No último piso, um espaço para hóspedes usufrui de uma ampla paisagem sobre o interior da baixa da cidade.
TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Arquitetos

Pablo Pita Arquitectos

Localização
Porto, Portugal
Arquiteto Responsável
Pablo Rebelo, Pedro Pita
Ano do projeto
2013
Fotografias
José Campos 
Especialidades
ALFAengenharia, PROQUALITYengenharia, Ricardo Ferreira da Silva 
Construção
F. Moreira da Silva & Filhos, Lda
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE