Casa do Conto

Categorias: Hotéis
A primeira proposta de reconstrução pretendia recuperar a memória da casa burguesa do final do séc. XIX: os salões com grandes pés-direitos, os tectos de gesso temáticos, a escadaria central, um objecto escultórico em riga velha com as balaustradas em madeira torneada e bilros, ainda a solenidade dos estuques e marmoreados, das portadas e dos altos rodapés…

Cem anos passados, sem tocar no essencial, a casa, restaurada e adaptada cirurgicamente, abriria ao público como turismo de habitação.

Teve uma vida breve. Hoje, depois do brutal incêndio que a impediu de viver essa vida, quisemos devolver-lhe o carácter e reconstruir uma versão essencial da sua história.

Especialmente no fosso de circulação, mas também nos tectos dos quartos e fachadas, o betão permitiu reinventar as antigas texturas, devolvendo à casa toda a carga dramática que a caracterizava.

É uma arquitectura fóssil, sólida como o betão e abre ao público com os mesmos sonhos.

Na porta do nº703 lê-se “foi 513” e será outra vez 703, com a mesma fachada e o mesmo batente de mão de ferro, que persiste em trazer à cidade as suas memórias.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Pedra Líquida
Localização
Rua da Boavista 713, Porto

Cliente
Casa do Conto, Arts and Residence

Arquitetos
Pedra Líquida 
Equipa
Alexandra Grande, Nuno Grande, Daniela Coutinho, Joana Couceiro, João Crisóstomo, Luís Sobral, Gerson Rei, Ivo Lapa, Rui Baltazar

Ano

2011

Tipo de projeto

Residencial

Operação projetual

Ampliação

Status

Construído

Implantação no terreno

Isolado

Consultores

AB Projectos, Gatengel, GET, ALFA Engenharia


Construção

Pedras de Ronfos

Primeira fase

2008-2009


Segunda fase

2009-2011

Desenho Gráfico

R2

Fotografias

Fernando Guerra | FG+SG

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Workshop . Lisboa

Como Vender o Que Não Se Vê

Workshop . Porto

Como Vender o Que Não Se Vê