Casa dos Lanternins

Casa dos Lanternins – O lote é pequeno, possuindo a área de 528,00m2. O programa é composto basicamente por átrio, sala, cozinha, WC social, suite e garagem para dois automóveis no primeiro pavimento, e três suites no segundo pavimento. O terreno está inserido num loteamento urbano, com uma envolvente construída de muito baixa qualidade arquitetónica.

Foi extremamente difícil introduzir o programa com as áreas solicitadas pelo cliente no terreno, quer devido à sua exígua dimensão, quer devido ao facto de este se situar no referido loteamento. Revelou-se assim necessário explorar as distâncias mínimas das fachadas dos dois pavimentos para cumprir, por um lado, o afastamento aos limites do lote fixadas no loteamento e, por outro lado, as distâncias regulamentares às fachadas das construções vizinhas, nomeadamente no que se refere à possibilidade de abertura de fenestrações. A forma dos dois pisos da habitação é assim o resultante da aplicação dessas regras. O mesmo acontece ao jardim, com a exceção da zona em frente à sala, que se pretendeu mais desafogada. O facto de não ser possível abrir janelas em diversas zonas das fachadas levou, entre outros aspetos, à utilização de diversos lanternins, que dão o nome à casa.

A preocupação com a sustentabilidade está presente em inúmeros aspetos da construção. Sob o ponto de vista estrutural previu-se, na generalidade, a utilização de pilares e lajes em concreto maciço. Por outro lado, as paredes exteriores são em tijolo térmico. As coberturas são planas, do tipo invertido, com rufos em zinco. As fachadas são revestidas com um sistema de isolamento térmico pelo exterior do tipo ETICS, de cor branca, assegurando o conforto térmico. As caixilharias minimalistas, de cor cinza, são de rutura térmica. Para reduzir a pegada de carbono, previu-se ainda a utilização de iluminação zenital em todos os compartimentos interiores, reduzindo-se assim o consumo de energia elétrica. As instalações sanitárias são dotadas de sistema de ventilação transversal natural e permanente. A habitação foi ainda dotada de domótica, pavimentos radiantes, ar condicionado, caldeira de condensação e painéis solares, que complementam a redução da pegada de carbono.

Todas as instalações sanitárias e cozinha são revestidas com mármore branco, que se estende ao pavimento da sala e do átrio. Os pavimentos dos quartos são em soalho de Nogueira e as carpintarias são lacadas a cinza claro. Exteriormente previu-se pavimentos em microcubo de granito, complementado com lajeado em granito idêntico nas zonas ajardinadas. Os pavimentos da entrada do terreno e da zona frontal à sala, são em deck de madeira de Pinho Termo modificado.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Casa dos Lanternins 🔗

Cliente
Privado

Localização
Vila Nova de Gaia, Portugal

Arquitetura
Sérgio Mendes | Arquitecto 🔗

Arquiteto Responsável
Sérgio Mendes

Engenharia
Produr – Projetos e Engenharia Lda 🔗

Créditos fotográficos
Tiago Franco Paiva

Área bruta construída
461 m2

Ano de conclusão
2021

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE